Vocalista do grupo Kaoma é encontrada morta dentro de carro incendiado

loalwa 1024x449   Vocalista do grupo Kaoma é encontrada morta dentro de carro incendiado
Loalwa foi encontrada morta, carbonizada, nesta quinta-feira (19) dentro de um carro, modelo Honda Civic

Ao todo, o Kaoma vendeu mais de 25 milhões de discos em todo o mundo

A cantora Loalwa Braz, 63 anos, do grupo de lambada Kaoma, foi encontrada morta, carbonizada, nesta quinta-feira (19) dentro de um carro, modelo Honda Civic, próximo da sua casa, em Saquarema, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Loalwa nasceu no Rio de Janeiro e cresceu em uma família musical. Seu pai era chefe de orquestra popular e sua mãe pianista clássica. Em 1985, formou o grupo de lambada Kaoma, conhecido pela música “Chorando se Foi”, que ganhou notoriedade mundial com hits como “Chorando Se Foi”, “Dançando Lambada” e ”

Ao todo, o Kaoma vendeu mais de 25 milhões de discos em todo o mundo e ganhou mais de 80 discos de ouro e platina. Atualmente, Loalwa vivia em Saquarema, onde comandava a pousada Azur,

A informação da morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil.

De acordo com Corpo de Bombeiros da região, uma equipe foi acionada para conter um incêndio no sótão do hotel às 3h50. Às 6h, a mesma equipe atendeu outra chamada, desta vez para apagar o fogo em um carro e um corpo foi encontrado totalmente carbonizado no banco traseiro.

Somente após a perícia é que a polícia poderá dizer se os incêndios na casa e no carro têm relação e se eles foram criminosos. O caso está sendo investigado pela 124ª Delegacia de Polícia, em Saquarema e o corpo será encaminhado para o Instituto Médico Legal para identificação.

 

Sobre o autor

Roberto Lima nasceu em Pedra Corrida, Minas Gerais e vive nos Estados Unidos desde 1984. Jornalista e escritor, publicou Colosso Ciclone e Tango Fantasma.

Related posts

Comentários

Send this to a friend