1º Dreamer é deportado porque esqueceu ID

 

Foto1 Juan Manuel Montes 1024x683 1º Dreamer é deportado porque esqueceu ID
“Algumas pessoas disseram que eles iriam me deportar; outras me disseram que nada aconteceria”, disse Juan Manoel Montes

Juan Manuel Montes foi detido por agentes da Patrulha da Fronteira na cidade de Calexico, que faz divisa com o México

Um jovem indocumentado na Califórnia protegido pelo programa “Deferred Action for Childhood Arrivals” (DACA), na administração Obama, foi deportado ao México; o primeiro no governo Trump, informaram ativistas. Juan Manuel Montes, de 23 anos, estava em um ponto de taxo em Calexico (CA), quando agentes da Patrulha da Fronteira (CBP) o prenderam em 17 de fevereiro.

“Algumas pessoas disseram que eles iriam me deportar; outras me disseram que nada aconteceria”, disse Montes ao jornal USA Today, na casa de um parente no México. “Eu pensava que se mantivesse o meu nariz limpo nada aconteceria”.

O jovem supostamente tentou pegar sua carteira no carro de um amigo, mas não conseguiu provar o seu status de beneficiário do DACA. Os agentes da fronteira teriam se recusado a obter a documentação de Montes e o deportaram ao México em questão de poucas horas.

Na terça-feira (18), advogados de defesa apresentaram uma queixa à Corte Distrital dos EUA na Califórnia alegando que os agentes falharam em apresentar causas para deportarem Juan, que havia renovado sua proteção do DACA em janeiro de 2016 e estendido até 2018.

“Juan Manuel foi enviado através da fronteira com quase nada a não ser um pedaço de papel sem explicar por que ou como”, disse Nora A. Preciado, advogada do National Immigration Law Center, a ONG que representa Montes. “O Governo não deveria tratar ninguém dessa forma; muito menos alguém que possui o DACA. Ninguém deveria ter que apresentar uma ação judicial para descobrir o que aconteceu com ele”.

Montes, que vivia nos EUA desde os 9 anos de idade, estava sendo protegido do risco de deportação duas vezes através do programa DACA; que provê aos indocumentados permissão de trabalho e o número do Seguro Social. O Presidente Donald Trump prometeu deportar todos os 11 milhões de indocumentados e assinou decretos de lei que exigem a contratação de mais agentes de imigração.

O Deputado Steve King (R-Iowa) elogiou o Governo Federal por ter deportado o Dreamer. “O primeiro aluno não exemplar DREAMer deportado. Patrulha da Fronteira; essa aqui é por você”, postou King no Twitter na terça-feira (18), usando a foto de um caneco de cerveja.

A United We Dream, com sede em Washington-DC, criticou a deportação de Montes. “Isso é consequência direta da agenda de deportação em massa de Donald Trump e atos incompreensíveis de um órgão”, postou a ONG no Twitter.

 

Sobre o autor

O jornalista Leonardo Ferreira é formado em Comunicação Social pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, sediada no Rio de Janeiro - RJ.

Related posts

Comentários

Send this to friend