ACLU: Xerife prende ilegalmente imigrantes em Flórida Keys

Foto24 Rick Ramsay 1 ACLU: Xerife prende ilegalmente imigrantes em Flórida Keys
“É difícil comentar porque não tenho noção do que eles (ativistas) estejam falando”, respondeu o Xerife Ramsay

Ativistas acusam policiais de manter imigrantes presos além do tempo determinado por lei

Baseando-se num formulário de ordens de prisão desatualizado, o escritório do xerife do Condado de Monroe, na região de Flórida Keys, está mantendo imigrantes presos além do tempo determinado por lei, violando a Constituição dos EUA, alegou a American Civil Liberties Union (ACLU) e outros 2 grupos de ativistas. Na segunda-feira (4), três advogados da ACLU enviaram uma carta ao Xerife Rick Ramsay acusando os funcionários do departamento de manter pessoas detidas além do tempo previsto a pedido do Governo Federal, sem a apresentação de uma ordem emitida por tribunal ou juiz.

“Um pedido de prisão da imigração não é uma ordem do tribunal ou mandado de prisão judicial, portanto, não oferece nenhuma autoridade legal para manter um indivíduo preso (depois de expirado o prazo de detenção)”, escreveram os advogados da ACLU. “Um pedido de prisão da imigração é simplesmente uma solicitação feita por um órgão governamental federal para que uma penitenciária mantenha alguém preso, quando deveria ser liberado, de forma que permita que as autoridades federais obtenham a custódia desse indivíduo”.

As penitenciárias do Condado de Monroe mantêm detidos 60 prisioneiros para o Departamento de Imigração (ICE), disse o Xerife, mas ele alegou que não contatado pela ACLU ou recebeu qualquer carta até a noite de segunda-feira (4).

“É difícil comentar porque não tenho noção do que eles estejam falando”, disse Ramsay ao jornal Miami Herald. “Nós negamos qualquer detenção ilegal de imigrantes”.

A acusação foi feita depois de um caso específico, informou Amien Kacou, advogado chefe da ACLU, que evitou discutir o tema enquanto aguarda uma resposta.

“No geral, a carta também dá voz aos relatos feitos por membros da comunidade e outros moradores na Flórida que contataram a ACLU no início do ano para expressar suas preocupações”, disse Kacou.

Os representantes da ACLU ainda não se reuniram pessoalmente com Ramsay, detalhou Kacou, mas os parceiros da ONG têm mantido contato com o escritório do xerife do Condado de Monroe para discutirem política migratória e casos de pessoas detidas em particular.

Juntando-se a ACLU nas acusações estão a Southern Poverty Law Center e a Latino Justice.

“As penitenciárias locais que acatam os pedidos de manter as pessoas presas estão violando a 4ª Emenda”, escreveram os advogados da ACLU. “Nós pedimos-lhe para que você pare de acatar esses pedidos, pois essa prática expõe o nosso condado ao perigo. Além disso, tal colaboração com as autoridades migratórias compromete a confiança da comunidade e põe em risco a segurança pública ao intimidar os imigrantes na denúncia de crimes”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend