Acusado de matar DJ brasileiro não tem direito à fiança

Foto14 Kahleel Jacques Perez Acusado de matar DJ brasileiro não tem direito à fiança
Com antecedentes criminais, Kahleel Jacques Perez, de 21 anos, enfrenta a acusação de homicídio em 2º grau (Foto: Escr. Xerife do Condado de Lee)

Kahleel Jacques Perez está detido na Penitenciária do Condado de Lee, na Flórida

O réu Kahleel Jacques Perez, de 21 anos, acusado de matar a tiros o DJ Rogério Melo Anjos, de 34 anos, no estacionamento da boate Scarlett’s Cabaret, em Fort Meyers (FL), no sábado (1), possui uma lista criminal extensa. Em 2015, ele foi autuado por posse de narcóticos, contrabando, posse de cocaína e posse de maconha com o objetivo de vender.

Câmaras de seguranças instaladas do lado de fora do clube noturno registraram os momentos finais do brasileiro. As imagens mostram Rogério, conhecido popularmente como Roger Brazil, saindo do clube na companhia de um amigo quando se envolveram numa discussão com 3 indivíduos. Um deles, o qual os investigadores dizem ser Perez, atirou 3 vezes na vítima e fugiu, detalhou a polícia. Especula-se que a razão da discussão tenha sido porque o carro onde estavam os 3 indivíduos bloqueava a saída no estacionamento do veículo de Rogério e o amigo. A vítima era carona.

Apesar de Perez ter sido preso, os outros 2 indivíduos registrados no vídeo, Gerald Petit Homme, de 21 anos, e Laman Lashawn Allen, de 25 anos, moradores em Fort Myers (FL), ainda estão sendo procurados pelas autoridades.

. Sem direito à fiança:

A polícia evitou comentar as acusações que os 2 foragidos enfrentam, pois Perez ainda permanece em investigação. O réu está detido sem direito à fiança na Penitenciária do Condado de Lee e enfrenta a acusação de homicídio em 2º grau. Na manhã de quarta-feira (5), ele compareceu à audiência preliminar. Na tarde do mesmo dia, o corpo de Rogério Melo Anjos foi velado por amigos e parentes na Mullins Memorial Home, em Fort Myers (FL).

. Entenda o caso:

O crime aconteceu na madrugada de sábado (1). A polícia informou que Anjos e um amigo estavam saindo do estacionamento do Scarlett’s quando eles discutiram com 3 indivíduos no local. A discussão tornou-se violenta e o brasileiro foi alvejado por um dos estranhos. O motivo da briga ainda não foi revelado.

“Eles estavam estacionados um em frente ao outro, portanto, teve a ver com eles tirando o carro e bloqueando a saída do outro”, disse o gerente do cabaré, Christopher Mays.

Os três indivíduos entraram em um veículo e fugiram da cena do crime. Todos os 3 suspeitos foram descritos como negros e com idade em torno dos 20 a 25 anos. Eles fugiram num veículo de cor escura, modelo “hatchback” e com a placa amarela e azul de Nova York.

Amigos e parentes de Rogério o descreveram como uma pessoa amigável, bom pai e profissional ambicioso. Conhecidos acrescentaram que a presença dele animava festas e ele frequentava frequentemente os clubes noturnos locais.

. Denúncias:

O Departamento de Polícia de Fort Myers está pedindo a ajuda da população por qualquer informação que leve a identificação e paradeiro de Gerald Petit Homme e Laman Lashawn Allen. As informações, sigilosas, podem ser enviadas ao detetive José Gomez através do tel.: (239) 851-8049 ou através do programa Crime Stoppers: 1-800-780-TIPS (8477). As pessoas podem denunciar anonimamente.

 

Sobre o autor

O jornalista Leonardo Ferreira é formado em Comunicação Social pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, sediada no Rio de Janeiro - RJ.

Related posts

Comentários

Send this to a friend