Acusado de tentar incendiar catedral tinha reserva de hotel no Vaticano

Foto7 Marc Lamparello 1 Acusado de tentar incendiar catedral tinha reserva de hotel no Vaticano
Marc Lamparello entrou na Catedral de St. Patrick com 2 galões de gasolina, 2 garrafas de líquido acelerante e 2 isqueiros a gás

Marc Lamparello é suspeito de ter tentado incendiar a Catedral de St. Patrick em Manhattan (NY), na noite de quarta-feira (17)

O professor universitário de Filosofia, residente em Hasbrouck Heights (NJ), acusado de entrar na Catedral de St. Patrick, em Manhattan (NY), com galões de gasolina, líquido acelerante e isqueiros a gás, também havia reservado um quarto de hotel a 20 minutos do Vaticano, informou um promotor público, na quarta-feira (24). Anteriormente, a polícia havia notificado que Marc Lamparello, de 37 anos, havia comprado um bilhete aéreo para Roma, Itália, para o dia seguinte.

O procurador distrital de justiça, David Stuart, disse durante uma audiência que Lamparello “planejava incendiar a Catedral de St. Patrick” quando foi detido na semana passada. David não comentou os planos referentes à Roma, mas citou que o réu corria o risco de fuga. Ele citou que o suspeito passou “bastante tempo planejando e monitorando” a Catedral de St. Patrick antes de ter sido preso.

Lamparello participou da audiência preliminar internado num hospital, através de videoconferência. Na quarta-feira (24), o advogado Christopher DiLorenzo pediu ao juiz para ordenasse quer o réu fosse submetido a exame psiquiátrico.

“É evidente que o Sr. Lamparello sofreu um ataque psicótico e que a série de eventos, incluindo o ocorrido na Catedral de St. Paterick, apoiam essa conclusão”, alegou DiLorenzo.

A polícia informou que Lamparello foi preso depois de entrar na Catedral de St. Patrick, na noite de quarta-feira (17), portando 2 galões com gasolina, 2 garrafas de líquido acelerante e isqueiros a gás. O réu enfrenta as acusações de tentativa de incêndio e perigo negligente.

Dois dias antes, o suspeito foi detido por se recusar a sair da Basílica do Sagrado Coração em Newark. O incidente em Nova York ocorreu poucos dias depois que labaredas destruíram a Catedral de Notre Dame em Paris, França. As autoridades locais culparam um curto-circuito ocorrido em um dos andaimes durante trabalhos de reforma no prédio construído há 850 anos.

Lamparello poderá ser condenado a até 15 anos de prisão, caso seja considerado culpado das acusações de incêndio culposo e perigo por negligência. O promotor público pediu que a fiança do réu fosse estabelecida em US$ 500 mil, enquanto aguarda julgamento.

O réu trabalhou em horário parcial (part time) no Lehman College de New York City e no Seton Hall University.

Related posts

Comentários

Send this to a friend