Administração Trump anuncia restrições contra solicitantes de asilo

Foto22 Donald Trump Administração Trump anuncia restrições contra solicitantes de asilo
A administração Trump anunciou uma nova política ampla que visa aumentar as restrições contra os solicitantes de asilo

A nova diretriz segue o Protocolo de Proteção Migrante do governo atual

Na segunda-feira (15), a administração Trump anunciou uma nova política ampla que visa aumentar as restrições contra os solicitantes de asilo, uma medida que poderá reduzir de forma drástica o número de imigrantes centro-americanos beneficiados. A nova regra, publicado no Registro Federal, exige que a maioria dos imigrantes que entrarem nos EUA através da fronteira com o México tentassem asilo nos países que eles atravessaram, fosse no México ou qualquer outro país da América Central. Na maioria dos casos, somente se a aplicação fosse negada aí sim eles poderiam solicitar asilo aos EUA.

“Definitivamente, as ações de hoje reduzirão o peso em nosso sistema doméstico causado por solicitantes de asilo que não buscam proteção no primeiro país disponível, os imigrantes em dificuldades financeiras que não possuem provas legítimas de medo de perseguição, organizações internacionais criminosas, traficantes e contrabandistas que exploram o nosso sistema por lucro”, disse Kevin McAleenan, secretário do Departamento de Segurança Nacional (DHS), ao descrever as mudanças.

A abordagem da administração com relação à imigração segue o Protocolo de Proteção Migrante do governo atual, geralmente citada como política “permaneça no México”. Conforme ela, os solicitantes de asilo nos EUA são informados para voltarem ao México enquanto aguardam a resolução de seus casos, ao invés de permanecerem nos EUA.

Os legisladores democratas criticaram a política, com o aspirante a candidato presidencial 2020, Beto O’Rourke, considerando-a “desumana”.

Essa mudança mais recente visa combater os solicitantes de asilo que chegam aos EUA mais por razões econômicas do que escapar perseguição em seus países de origem. A política nova também inclui duas exceções, principalmente para certas vítimas de tráfico humano.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend