Agente do ICE é culpado de aceitar propina e sexo de indocumentados

Foto12 Paul Fishman Agente do ICE é culpado de aceitar propina e sexo de indocumentados
O promotor público federal de New Jersey, Paul Fishman (detalhe), anunciou que Arnaldo Echevarria foi considerado culpado e ouvirá a sentença em 19 de junho

Arnaldo Echevarria poderá ser condenado a até 15 anos de detenção por cada uma das 6 propinas que aceitou e até 5 anos por cada um dos outros delitos

Na quinta-feira (9), um juiz federal considerou culpado um ex-agente do Departamento de Imigração (ICE) por mentir, abrigar um imigrante indocumentado e aceitar propinas, informou o promotor público federal de New Jersey, Paul Fishman, através de um comunicado. O réu Arnaldo Echevarria, de 39 anos, morador em Somerset, que trabalhava como agente de deportação, obteve autorizações de trabalho para imigrantes indocumentados em troca de propinas que totalizaram US$ 75 mil. Em um caso, Echevarria  recebeu sexo em troca pelos documentos.

O advogado de Arnaldo, Michael Koribanics, disse que está revisando o caso e que tende a apelar a decisão judicial.

Echevarria, que cometeu os delitos entre 2012 e 2014, afirmou falsamente que os trabalhadores haviam obtido status de proteção temporário, destinado a estrangeiros em alguns países que fogem de zona de conflito armado, desastres naturais e outras circunstâncias extraordinárias. Além disso, ele empregou a namorada, a qual ele sabia que era indocumentada, em seu salão de beleza em West Orange. Ele inaugurou o estabelecimento em dezembro de 2012, após dizer às autoridades migratórias que o negócio não conflitaria com o seu trabalho no Governo ou que empregaria imigrantes indocumentados.

Arnaldo escondeu o status migratório da namorada, incluindo assinando o contrato de aluguel do apartamento onde ela morava e instalando serviços de cabo, gás e luz em seu próprio nome. A namorada e os outros funcionários eram pagos em dinheiro e não preencheram documentos que provavam a elegibilidade para trabalhar.

O ex-agente do ICE poderá ser condenado a até 15 anos de detenção por cada uma das 6 propinas que aceitou e até 5 anos por cada um dos outros delitos quando for sentenciado em 19 de junho. Além disso, ele poderá ser multado em centenas de milhares de dólares.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend