Agente pega 4 anos de prisão por aceitar propina de imigrante

Foto5 Martelo da justica Agente pega 4 anos de prisão por aceitar propina de imigrante
O ex-agente Jovany Perez foi preso depois de receber US$ 2 mil de propina

Jovany Perez exigiu sexo e dinheiro da vítima, identificada como “M.O.”

Quando o agente Jovany Perez, de 34 anos, do escritório do Departamento de Cidadania & Serviços Migratórios (USCIS) na Flórida, viu a imigrante, identificada pelas iniciais M.O., percebeu que a mulher tentava adquirir a cidadania americana através de um casamento falso. A entrevista ocorreu em abril desse ano e, na ocasião, o agente considerou a vítima alvo fácil para avanços sexuais e extorsão.  Como resultado dessa mesma extorsão, Perez foi condenado a 4 anos de detenção.

O réu, morador em Miami (FL), foi sentenciado na sexta-feira (6), após ter assumido a culpa em 26 de julho relacionada à acusação de aceitar propina quando ocupava um cargo público. Enquanto agente federal que lidava com a aplicação de M.O., Perez tinha poder sobre o status migratório dela. Conforme vários documentos apresentados no tribunal, ele extrapolou esse poder ao dizer à M.O. que sabia que o casamento dela era falso, mas que poderia “ajuda-la” se ela se encontrasse com ele fora do escritório do USCIS, na Northwest 183rd Street.

O primeiro encontro, ocorrido no estacionamento de um restaurante, ocorreu  no final daquele mesmo dia, quando Perez teria tocado nos seios de M.O., exposto a genitália e dizendo-lhe que era a “o último a decidir” o caso dela. A mulher negou o pedido de Perez para fazerem sexo no carro e decidiu levar o caso adiante. Ela contatou o Departamento de Segurança Nacional (DHS).

Durante os dois encontros seguintes, o DHS conseguiu a confirmação em áudio e vídeo das atividades ilícitas de Perez. Ele montou um plano no qual ele instruiria M.O sobre como preencher a aplicação para a cidadania e daria o testemunho dele para ajuda-la na aplicação para a residência permanente. O valor cobrado pela “ajuda” de Perez: US$ 2 mil. Os agentes o prenderam no flagra depois do encontro no qual ele aceitou dinheiro.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend