Agentes do ICE investigados por compartilhar postagem contra deputada

Foto20 Ilhan Omar Agentes do ICE investigados por compartilhar postagem contra deputada
Os comentários recentes de Ilhan Omar criticando Israel fizeram com que oponentes e alguns colegas de partido a considerassem “antissemita”

As mensagens consideravam Ilhan Omar (D-Minn.) terrorista e um “cavalo de Tróia” infiltrado nos EUA

Uma postagem nas redes sociais insinuando que a Deputada Federal Ilhan Omar (D-Minn.)era uma ameaça terrorista recebeu o sinal de “like” (gosta) e compartilhamento por 2 agentes do Departamento de Imigração (ICE). Tal postagem descrevia a legisladora muçulmana como um “cavalo de Tróia” que imigrou aos EUA devido à uma “onda de refugiados” ocorrida na administração Obama, divulgou o canal de TV ABC News, na quinta-feira (7).

A postagem também incluía um vídeo enganoso no qual Omar admitia ter assistido à “aulas de terrorismo”. Um agente do Setor de Investigações de Segurança Nacional (HSI), Leslie Derewonko, compartilhou a postagem na página do Linkedin dele com a legenda “e isso é o que representa a América”, segundo o ABC.

Jerry Templet, agente do HSI na jurisdição de San Francisco (CA), deu “like” na postagem. O HSI é o setor investigativo do ICE.

Derewonko também utilizou o Linkedin para comentar postagens que expressam visões contra os imigrantes, publicou o website BuzzFeedNews, na quinta-feira.

“É alarmante que um funcionário público cuja a responsabilidade é executar as nossas políticas migratórias, endosse tais visões tóxicas de refugiados, muçulmanos e um político eleito”, disse Dalia Mogahed, diretora de pesquisas do Social Policy & Understanding.

O BuzzFeedNews acrescentou que Derewonko removou a ligaçã9o dele com o ICE no perfil dele no Linkedin e que, aparentemente, Templet apagou o perfil dele na mesma rede social.

O ICE informou ao ABC News e BuzzFeedNews que o órgão estava conduzindo uma investigação para determinar se tais postagens violaram as políticas do órgão.

Os comentários recentes de Omar criticando Israel fizeram com que oponentes e alguns colegas de partido a considerassem antissemita. Esses comentários também levaram à uma votação, semana passada, condenando o “antissemitismo, islamofobia, racismo e outras formas de preconceito”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend