Agentes do ICE realizam batida em supermercado 

Foto18 Batida do ICE em supermercado Agentes do ICE realizam batida em supermercado 
Os trabalhadores foram temporariamente presos e liberados enquanto aguardam o resultado de seus casos (Foto: ICE)

Durante a operação, 26 trabalhadores indocumentados foram detidos em San Diego (CA)

Na quarta-feira (13), agentes especiais do Departamento de Imigração & Alfândega (ICE) realizaram uma batida migratória em um supermercado na cidade de San Diego (CA). Durante a operação, 26 trabalhadores indocumentados foram detidos. Eles foram temporariamente presos e liberados enquanto aguardam o resultado de seus casos.

A batida visa garantir que as empresas cumpram as leis trabalhistas dos EUA.

“Os Agentes especiais em San Diego estão focados em responsabilizar os empregadores que conscientemente violam a lei e contratam mão-de-obra ilegal, consequentemente, prejudicando as empresas que cumprem as leis”, disse David Shaw, agente especial na jurisdição de San Diego. “As operações e investigações nos locais de trabalho são importantes para fortalecer a segurança pública e a segurança nacional, ao mesmo tempo em que elimina a exploração do trabalhador, trabalho infantil e outras práticas ilegais no mercado de trabalho”.

A Lei de Reforma e Controle da Imigração (IRCA) de 1986 exige que os empregadores verifiquem a identidade e elegibilidade do trabalho de todos os indivíduos que contratam e documentem essas informações usando o Formulário de Verificação de Elegibilidade para Emprego I-9. Depois que o proprietário da empresa recebe uma notificação de intenção (NOI) para auditar os registros de contratação da empresa, os empregadores são obrigados a apresentar seus registros I-9 em até 3 dias úteis, após os quais a ICE realizará a auditoria.

As autoridades continuam a focar nos empregadores que conscientemente infringem a lei, portanto, tornando necessárias as auditorias. A investigação continua em andamento em parceria com o Departamento de Justiça (DOJ).

No ano fiscal de 2018, foram iniciadas 6.848 investigações em locais de trabalho, em contraste com 1.691 no ano fiscal de 2017. Foram iniciadas 5.981 auditorias do formulário I-9 em comparação com 1.360; e ocorreram 779 prisões criminais e 1.525 em comparação com 139 e 172, respectivamente. Todas essas categorias cresceram de 300% a 750% em relação ao ano fiscal anterior.

No ano fiscal de 2018, 72 gerentes de estabelecimentos comerciais foram acusados, em contraste com 71 no ano fiscal de 2017, e 49 gerentes condenados no ano fiscal de 2008, em comparação com 55 no ano fiscal de 2017.

Os agentes em San Diego iniciaram 302 investigações em locais de trabalho e iniciaram 282 auditorias. Eles planejam iniciar outras 265 auditorias na região metropolitana de San Diego durante o ano fiscal de 2019.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend