Americano é acusado de molestar brasileirinha em parque aquático

Foto11 Harry Booth  Americano é acusado de molestar brasileirinha em parque aquático
Harry Booth, de 26 anos, foi encaminhado à Penitenciária do Condado de Orange (FL), onde está detido e sem direito à fiança

Harry Booth teria tocado na genitália da menina de 10 anos no Volcano Bay do parque aquático da Universal Studios, em Orlando (FL)

Na quinta-feira (27), Harry Booth, de 26 anos, natural de South Carolina, foi acusado de tocar na genitália de uma menina brasileira de 10 anos num parque aquático da Universal Studios em Orlando (FL), informou o Departamento de Polícia de Orlando. Os agentes prenderam o suspeito depois de avaliarem a probabilidade de que ele passou a mão na virilha quando flutuava próximo à criança num rio artificial. Ele foi acusado de molestar e atos lascivos envolvendo uma vítima menor de 12 anos. As informações são do canal de TV local WFTV-9 ABC.

O incidente ocorreu pouco depois das 2:45 da tarde, segundo o boletim de prisão de Booth. O documento detalha que a criança, que estava de férias nos EUA e não fala inglês, saiu da água e relatou a tia dela que alguém havia tocado nela. A vítima apontou para Booth quando falava com um segurança, que continuou a observá-lo até que a polícia chegasse, quando o suspeito foi detido.

A menina relatou que boiava quando se aproximou de um grupo de adolescentes. Ela percebeu que Booth se afastou intencionalmente e moveu-se em direção a ela. A vítima acrescentou que o suspeito tocou a agarrou a genitália dela quando ela boiou perto dele. Os policiais o pararam quando ele saía de uma outra atração aquática.

As autoridades detalharam que, quando chegaram ao local, utilizaram um funcionário do parque aquático que falava português, para traduzir as perguntas. Através do tradutor, a menina disse aos policiais que Booth afastou-se intencionalmente do grupo em que estava para tocar na genitália dela por baixo do biquíni, detalhou a polícia.

As autoridades disseram que a vítima sabia que o contato não poderia ter sido acidental. O policial que preencheu o boletim de ocorrências percebeu que a menina era fisicamente pequena e que para alcança-la alguém deveria mirar para tocá-la especificamente na região da virilha.

A polícia não divulgou o depoimento do suspeito. Entretanto, no boletim de ocorrência policial de Booth, está escrito que ele aparentava “sinais que estava mentindo”, durante o interrogatório com os detetives. O documento também relata que ele estava “evasivo e mudou a versão dele que, com o testemunho da vítima, e que isso deu as autoridades motivos para prendê-lo”.

O incidente ocorreu na área conhecida como Volcano Bay do parque aquático da Universal Studios. O suspeito foi enviado à Penitenciária do Condado de Orange, onde ficou detido sem direito à fiança.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend