Amigo de terrorista será deportado após cumprir pena em MA

Foto6 Dias Kadyrbayev e Dzhokhar Tsarnaev Amigo de terrorista será deportado após cumprir pena em MA
Dias Kadyrbayev (esq.) retirou do dormitório na universidade os pertencentes do amigo Dzhokhar Tsarnaev (dir.)
Foto6 Tamerlan Tsarnaev Amigo de terrorista será deportado após cumprir pena em MA
Tamerlan Tsarnaev morreu na manhã do dia seguinte, 19 de abril de 2013, após ter trocado tiros com a polícia

Dias Kadyrbayev foi condenado a 6 anos de prisão por ter ajudado Dzhokhar Tsarnaev, que está no corredor da morte

Um colega de universidade do terrorista Dzhokhar Tsarnaev, um dos responsáveis pela detonação de uma bomba durante a Maratona de Boston (MA), será deportado para o Cazaquistão após cumprir a pena. O ataque deixou vários mortos e centenas de feridos, sendo que alguns deles tiveram os membros amputados.

Um porta-voz do Departamento de Imigração (ICE) informou que Dias Kadyrbayev foi transferido para a custódia do ICE no Texas, na quarta-feira (29), e enfrenta a deportação “iminente”. Em 2015, ele foi sentenciado a 6 anos de prisão por remover objetos no dormitório de Tsarnaev em fotos divulgadas pelo FBI dias depois do ataque a bomba em 2013. Os promotores públicos disseram que não existiam evidências de que Dias soubesse do plano com antecedência.

Como resultado do ataque, 3 pessoas morreram e mais de 260 ficaram feridas. Tsarnaev está no corredor da morte.

Kadyrbayev, atualmente com 24 anos, assumiu a culpa em 2014 com relação às acusações de obstrução de justiça e conspirar para remover objetos no dormitório de Tsarnaev, após ter reconhecido o amigo em fotos divulgadas pelo FBI três dias depois do ataque terrorista. Os promotores públicos detalharam que Dias enviou uma mensagem de texto a Dzhokhar poucas horas depois que o FBI identificou o terrorista e o irmão dele, Tamerlan Tsarnaev, como os principais suspeitos do ataque ocorrido em 18 de abril de 2013, mas não alertou as autoridades. Eles acrescentaram que as ações de Kadyrbayev geraram ainda mais violência, incluindo a morte do policial Sean Collier, lotado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Durante a troca de mensagens, Tsarnaev pediu ao amigo para ir ao dormitório dele na University of Massachusetts Dartmouth e “pegar o que havia lá”. Os investigadores disseram que Dias e outro indivíduo levaram o computador de Dzhokhar e uma mochila contendo fogos de artifício que foram esvaziados parcialmente para a retirada da pólvora. Agentes federais encontraram a mochila de Tsarnaev num depósito de lixo 2 dias depois.

Aproximadamente, 2 horas depois, Tamerlan e Dzhokhar mataram Collier, quando tentavam fugir de Boston (MA). Tamerlan morreu na manhã do dia seguinte, 19 de abril, após ter trocado tiros com a polícia no subúrbio de Watertown. Já Dzhokhar foi capturado na tarde do mesmo dia.

Durante a audiência final em junho de 2015, Dias disse que agiu “estupidamente” e que não havia explicação. Dias depois que ele foi sentenciado, Dzhokhar foi condenado à pena de morte pela participação dele no ataque terrorista.

 

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend