Após críticas, brasileira tira campanha da internet

Foto21 Lorena Santos Soares Após críticas, brasileira tira campanha da internet
Apesar dos obstáculos, Lorena Santos Soares tem esperança em superá-los e voltar a sorrir (Foto: BT)

Lorena Santos Soares aguarda a confirmação de uma vaga num abrigo em Massachusetts, onde ficará com os 3 filhos

Para fugir da violência doméstica sofrida por parte do ex-marido, Lorena Santos Soares deixou Portugal e imigrou para Framingham (MA) com as 2 filhas. Após trabalhar na limpeza de casas e como atendente numa padaria, a brasileira conseguiu emprego na lavagem de carros e, em 2015, conheceu o novo companheiro que seria o pai do seu 3º filho e o responsável pelo reinício do pesadelo. As informações são do jornal Brazilian Times.

Depois de 1 ano juntos, Santos engravidou e deu à luz a um menino em maio de 2017. A gravidez foi de risco e o bebê, batizado de Lyandro, sofria de refluxo. Para ajudar no sustento da família, ela tentou trabalhar em casa, entretanto, uma descoberta mudaria totalmente sua vida. Na noite de 15 de setembro de 2017, ela percebeu que o companheiro, o guatemalteco Santos Car Sanchez, tinha ido ao banheiro e, ao invés de voltar ao quarto do casal, foi ao quarto onde as meninas dormiam. Desconfiada, ela foi averiguar o que estava acontecendo e encontrou o companheiro próximo à caçula.

“Eu fiquei intrigada com isso e fui verificar depois. Quando fui caminhando para o quarto delas, o assoalho fez um barulho, ele percebeu e disfarçou como se tivesse brincando com ela e fazendo cócegas”, relatou Santos ao BT. “Mas então que percebi que algo estava errado e conversei com ela, descobrindo que ele abusava sexualmente da mais nova. Fiquei em choque quando soube, mas depois de conversar bastante com ela, fui à delegacia para fazer a denúncia”, segue.

Devidos aos problemas e os filhos para criar, Lorena atrasou o pagamento do aluguel e, então, o senhorio iniciou um processo de despejo. Atualmente, ela aguarda a confirmação, através de e-mail, se conseguirá uma vaga em um abrigo para ela e os filhos. Nesse interim, ela iniciou, no domingo (28), a internet uma campanha beneficente para conseguir angariar doações que lhe permitisse pagar o aluguel e comprar alimentos para ela e os filhos. Entretanto, segundo ela, a campanha foi alvo de diversas críticas.

“As pessoas, sem conhecer a minha história e o que estou tendo que enfrentar me crucificaram, me ridicularizaram e me ofenderam de uma maneira que me deixou muito triste”, fala. “Chorei muito”.

Entretanto, algumas pessoas após saberem da saga vivida por Lorena mudaram de ideia e passaram a ajuda-la. “Algumas pessoas que me criticaram, depois que souberam da minha história mudaram de ideia e estão me ajudando”, acrescenta. “Elas perceberam que não estou extorquindo ninguém e que só estou pedindo ajuda porque meus filhos precisam”, disse Soares.

Confiante, ela espera poder voltar a trabalhar, pagar as dívidas e assim sustentar os filhos.

Em setembro do ano passado, a Juíza Joanna Staley determinou a fiança de Santos Car-Sanchez em US$ 100 mil. O réu é acusado de estupro de menor com agravantes. Caso seja considerado culpado, ele poderá ser condenado à pena mínima de 10 anos de prisão.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend