Brasileira de Newark vai à ONU no Dia Internacional da Mulher 2010

A cantora paulista Joyce Cândido abriu as comemorações, que contaram com a presença de artistas de várias partes do mundo, em Manhattan – NY

Na última sexta-feira (5), a cantora Joyce Cândido, natural de Maracaí (SP), residente em Newark (NJ), representou o Brasil durante as comemorações do Dia Internacional da Mulher 2010, realizadas na sede das Organizações das Nações Unidas (ONU). Fiel à escola tradicional do samba carioca, Joyce, acompanhada de uma banda, cantou e encantou a platéia ao interpretar os clássicos “Aquarela do Brasil”, do compositor Ary Barroso, e “Brasil Pandeiro”, do compositor Assis Valente. A presença da cantora brasileira ao evento foi possível graças ao convite de Roseli Saad, do Departamento de Assuntos de Língua Portuguesa da ONU, com sede em Manhattan – NY. Além disso, juntamente aos festejos de homenagem à mulher, também foi realizada na ONU uma campanha beneficente em prol das vítimas do terremoto que devastou Port-Au Prince, capital do Haiti.

No dia seguinte após sua apresentação em Manhattan (NY), Joyce concedeu uma entrevista exclusiva à equipe de reportagem do BV.

“A Rosely Saad me ligou, pois já havia me conhecido de outro evento. Ela tinha gostado muito, então, pediu o meu contato e me disse que, assim que houvesse uma oportunidade bacana, ela me incluiria. Ela me ligou, perguntou se eu tinha interesse e me explicou que eles iriam convidar algumas mulheres de diferentes nacionalidades para representarem seus respectivos países e que ela tinha pensado em mim para representar o Brasil”, explicou a cantora.

“Eu fiquei bem feliz, pois achei o convite bastante legal e, então, resolvemos fazer algo voltado ao samba. Os músicos foram vestidos de branco e eu de verde e amarelo, enfim, a gente fez uma caracterização bacana para que eles (audiência) pudessem apreciar uma verdadeira roda de samba”, acrescentou.

Tentando conter o entusiasmo, toda vez que o assunto é música, Joyce sorri e relembra os aplausos e os pedidos de “queremos mais” de pessoas de vários países presentes às comemorações. Com a segurança de quem possui mais de uma década de carreira, a cantora estreou no palco da ONU e suas canções contagiaram a audiência internacional. “É a linguagem universal da música”, afirma.

“Eu representei o Brasil com a minha banda, formada por homens e somente eu de mulher. Bem, foi muito interessante porque a gente acaba sempre conhecendo outros artistas. Havia exposições de artes, dançarinos, a maioria mulheres, então, foi muito bacana e o pessoal gosta demais da música brasileira. As pessoas tentam sambar e, então, a gente percebe que eles realmente gostam da música brasileira. Nós tocamos duas canções e eles perguntaram: Já acabou?!”, Disse ela.

“Inclusive, havia uma norte-americana que não parava de sambar. Ela dançava muito bem. Ela se aproximou de mim e perguntou: Você conhece isso aqui? Ela estava com um colar feito de pau-brasil. Geralmente, as pessoas têm uma atração enorme pelas coisas do Brasil. A Todo lugar que você vai, as pessoas respeitam a música brasileira”, acrescentou.

Formada em Música pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e experiência profissional em Teatro Musical, Cândido decidiu deixar o Brasil por uma temporada para estudar na “Meca” do teatro musical, a Broadway. Há aproximadamente 2 anos, ela estuda canto e dança no coração da “Big Apple” e se apresenta regularmente em vários clubes noturnos de New York e New Jersey, entre eles Rio 22 (5ª feiras), Rio Rodízio (3ª feiras) e nos finais de semana no Union Square Coffee Shop (NY) e Orange Blues (NY). Além disso, Joyce se apresenta ocasionalmente no Café Whá (NY) e Zinc Bar (NY).

“Na época, surgiu a oportunidade de vir (aos EUA) e, como sempre atuei em teatro musical, a Broadway sempre foi muito interessante para mim. Bem, pensei em aprender inglês direito, porque a gente somente aprende um idioma falando, então, planejei fazer um curso de inglês bem bacana, ficar bilíngüe e fazer um curso na Broadway. Fui juntando o útil ao agradável. Além disso, eu nunca havia morado em um outro país antes”, explicou Joyce.

Resgatando pérolas da Música Popular Brasileira, Joyce Cândido é mais um talento local que leva as cores verde e amarela aos quatro cantos do mundo. Entre seus planos, está o lançamento, em breve, de mais um CD. Seu primeiro trabalho foi “Panapaná”, plural de borboletas na língua Tupi, lançado ainda em Londrina.

O trabalho da cantora Joyce Cândido pode ser conferido através da página eletrônica: www.myspace.com/joycecandido e www.youtube.com (digitar Joyce Candido). Contatos para shows: [email protected]

Related posts

Comentários

Send this to a friend