Batidas do ICE prendem 13 imigrantes por agressões e DUI em NJ

Foto19 Prisao ICE  Batidas do ICE prendem 13 imigrantes por agressões e DUI em NJ
A maioria dos presos havia sido condenada ou acusada de crimes que envolvem agressão, dirigir bêbado (DUI), violência doméstica e porte ilegal de arma

Os estrangeiros foram detidos durante batidas realizadas entre segunda (13) e quinta-feira (16)

Imigrantes que não saíram dos EUA depois de receberem ordens de deportação entavam entre os 13 indivíduos detidos na batida de 4 dias em New Jersey, informaram as autoridades migratórias, na sexta-feira (17). A maioria dos presos havia sido condenada ou acusada de crimes que envolvem agressão, dirigir bêbado (DUI), violência doméstica e porte ilegal de arma, divulgou o Departamento de Imigração (ICE). Todos eles foram detidos entre segunda (13) e quinta-feira (16).

“Essa operação demonstra claramente que o ICE continua a focalizar nas ameaças à segurança pública”, disse John Tsoukaris, chefe do Setor de Remoções do ICE em Newark. “A vasta maioria dos indivíduos alvos dessa operação possuía antecedentes criminais, além de violarem as leis migratórias, tornando-os prioridade no cumprimento das leis”.

Ainda na sexta-feira (17), o ICE informou sobre prisões ocorridas em outras áreas, incluindo Maryland e Nova Orleans. Há vários meses, os representantes do órgão prometeram aumentar o número de batidas em New Jersey, após a diretriz do promotor público de justiça, Gurbir Grewal, limitando a colaboração da polícia local com os agentes do ICE. Os novos procedimentos, divulgados em novembro de 2018, entraram em vigor em 15 de março desse ano. As regras limitam os 36 mil policiais de ajudarem o ICE em detenções e penitenciárias dos condados de manter os imigrantes indocumentados detidos além do tempo previsto.

Entre os imigrantes detidos na série de batidas em New Jersey estão: Um imigrante indocumentado de El Salvador  com condenações anteriores por agressão com agravantes com o uso de arma mortal e provocando ferimentos. Um indocumentado equatoriano acusado de violência doméstica. Um indocumentado jamaicano condenado por porte ilegal de arma. Um indocumentado mexicano acusado de agressão/violência doméstica e 2 condenações por DUI. Todos os 4 receberam ordens de deportação emitidas por um juiz federal. Os nomes dos 13 detidos não foram divulgados.

As autoridades detalharam que os 13 detidos enfrentam deportação imediata, caso tenham ordens de deportação. O resto permanecerá sob a custódia do ICE enquanto aguardam o comparecimento perante um juiz de imigração.

A detenção de imigrantes em New Jersey, que possui uma das maiores populações de imigrantes no país, aumentou sensivelmente desde que o Presidente Donald Trump assumiu o cargo. No ano fiscal de 2017, ocorreram 3.189 prisões na jurisdição do ICE em Newark, que engloba todo o estado. Esse número é 42% mais alto que o do ano anterior.

Ativistas no estado criticaram as detenções realizadas pelo ICE. “A realidade é que o ICE está usando táticas inconstitucionais e violando os direitos civis das pessoas. Essa intimidação das comunidades imigrantes e famílias é exatamente a razão que as lideranças em New Jersey decidiram repetidamente não se envolver no cumprimento das leis migratórias”, disse Johanna Calle, diretora da New Jersey Alliance for Immigration Justice, em dezembro de 2018.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend