Batidas do ICE resultam na prisão de 91 imigrantes em NJ

Foto19 Prisão ICE  Batidas do ICE resultam na prisão de 91 imigrantes em NJ
Entre os detidos estão estupradores, assassinos e membros de gangues, alegam as autoridades migratórias (Foto: ICE)

As batidas migratórias ocorreram durante 5 dias e não resultaram na prisão de brasileiros

Na segunda-feira (11), as autoridades federais informaram que 91 estrangeiros, incluindo alguns com antecedentes criminais violentos, foram presos durante uma operação de 5 dias em New Jersey. O Departamento de Imigração (ICE) prendeu na cidade de West New York um salvadorenho que estava sendo procurado pela Interpol por fazer parte da gangue de rua MS-13 e por tráfico de drogas e armas.

As batidas também prenderam indivíduos condenados por agressão com agravantes, pôr em perigo a segurança de menores, abuso sexual, sequestro, homicídio, drogas e outros tipos de crime, detalharam as autoridades. Aproximadamente, 70 dos 91 detidos possuíam antecedentes criminais.

“Esta operação focalizou na prisão de indivíduos condenados por crimes sérios e, portanto, representam perigo à segurança pública”, disse John Tsoukaris, chefe do ICE na jurisdição de Newark. “Como resultado da ação dos agentes, existem menos 91 criminosos em nossas comunidades”.

Os indivíduos presos em New Jersey são naturais de Anguilla (1), Bangladesh (1), Camarões (1), Colômbia (4), Cuba (3), República Dominicana (14), Equador (4), Egito (1), El Salvador (10), Gana (1), Guatemala (3), Guiné (1), Guiana (2), Haiti (3), Honduras (4), Jamaica (3), Coréia (2), Macedônia (2), México (12), Nicarágua (1), Paquistão (2), Filipinas (4), Peru (4), Polônia (1), Espanha (1), Santa Lúcia (1), Trinidad (3) e Venezuela (2).

As detenções ocorreram nos seguintes condados: Atlantic (3), Bergen (5), Burlington (3), Camden (3), Cumberland (6), Essex (19), Hudson (15), Mercer (7) ), Middlesex (7), Monmouth (1), Passaic (10), Union (8) e Warren (2). Todos os presos comparecerão perante um juiz de imigração, enquanto aqueles com ordem final de deportação serão removidos diretamente aos seus países de origem.

O ICE realizou uma série de batidas migratórias por todos os EUA, incluindo a operação de 5 dias em New Jersey no mês de abril. O órgão tem sido criticado por também deter pessoas que não representam perigo à segurança pública e não possuem antecedentes criminais.

O órgão alega que as batidas focalizam em indivíduos que representam perigo à segurança nacional, público em geral e fronteiras. Durante a administração Trump, o ICE não isenta nenhum imigrante indocumentado da deportação. Ao invés disso, qualquer pessoa que viole as leis migratórias nos EUA corre o risco de ser preso e deportado dos EUA.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend