Bloomberg apoia a legalização dos imigrantes indocumentados

Foto20 Michael Bloomberg scaled Bloomberg apoia a legalização dos imigrantes indocumentados
“Bem, é óbvio”, disse Bloomberg. “Você abre caminho para a legalização de 11 milhões de pessoas”

O candidato presidencial de 2020 quer o “equilíbrio” de uma fronteira forte e imigração humanitária

Em entrevista ao jornal San Diego Union Tribune, o candidato presidencial democrata para 2020, Michael Bloomberg, comentou sobre suas abordagens à política de imigração dos EUA. O ex-prefeito de Nova York apoia a possibilidade de legalização para aproximadamente 11 milhões de imigrantes indocumentados que vivem no país, conforme dados colhidos pela empresa de pesquisa New American Economy (NAE), de Bloomberg. O Migration Policy Institute (MPI) também calcula que 11,3 milhões de imigrantes indocumentados moram nos EUA.

“Bem, é óbvio”, disse Bloomberg. “Você abre caminho para a legalização de 11 milhões de pessoas”.

Ele também é contra a deportação e cita sua antiga jurisdição da cidade de Nova York como um exemplo de imigrantes que se sentem seguros e “confortáveis, independentemente do status migratório, para obter serviços da cidade”.

O candidato presidencial também afirma que, apesar de apoiar a imigração, os EUA precisam manter o controle de suas fronteiras. Ele disse achar que “este país [EUA] precisa de mais imigrantes e que, portanto, devemos procurar imigrantes”.

Especificamente, ele descreveu os benefícios de imigrantes altamente qualificados que trazem seus talentos para os EUA em um grupo diversificado de áreas, como programação de computadores e desempenho musical. Bloomberg acrescentou que separar as famílias imigrantes e prejudicá-las não é uma solução.

“Ao mesmo tempo, precisamos estar no controle de nossas fronteiras”, afirmou o candidato democrata. “Não há país no mundo que não tenha controle sobre suas fronteiras ou que não esteja tentando controlá-las. Você não pode afastar as crianças dos pais, não pode machucar fisicamente ninguém, mas você precisa ter um equilíbrio”.

Ao comentar sobre o controle de fronteiras, Bloomberg também afirmou que os EUA precisam melhorar a segurança nas fronteiras. Frisando que a maioria dos imigrantes indocumentados entrou aqui com um visto e chegou de avião, o “muro deve realmente estar ao redor do aeroporto local e não ao longo do Rio Grande e através de algumas montanhas, o que é impraticável construir”.

Bloomberg enfatizou particularmente mais ajuda aos países de onde os imigrantes e refugiados estão fugindo. “Nós, como país, também temos a obrigação de ajudar as pessoas que estão fugindo de seus países e correriam perigo mortal se voltassem. A solução é que devemos aumentar a nossa ajuda externa, não apenas enviando um cheque, porque o dinheiro não chega aonde você quer que ele vá”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend