Brasileira do basquete é disputada por 30 universidades

Foto25 Izabella Nicoletti 2 Brasileira do basquete é disputada por 30 universidades
O talento de Izabella Nicoletti chamou a atenção e fez com que ela fosse disputada por 30 universidades americanas com representação na NCAA

Izabella Nicoletti foi conquistada pela hospitalidade da Florida State University

A brasileira Izabella Nicoletti, de 17 anos, é uma das grandes promessas do basquetebol universitário nos Estados Unidos. Ela mudou-se para a Terra do Tio Sam há 2 anos para jogar pela Neuse Baptist Christian School, na Carolina do Norte, e sua atuação de destaque a levou NCAA, a principal liga esportiva universitária dos EUA. No campo acadêmico, a jovem brasileira acumula a nota total de 98 de 100, empatando com a líder da lista.

Os americanos descobriram o talento de Izabella em 2015, durante os jogos da Copa América sub 16 no México. Ela, que joga na posição de armadora, fez 24 pontos, 7 rebotes, 5 assistências e 3 roubadas de bola em 36 minutos de jogo naquela ocasião, garantindo a vitória do Brasil de 72 a 63 pontos contra os EUA. O talento da jovem chamou a atenção e fez com que ela fosse disputada por 30 universidades americanas com representação na NCAA, entretanto, Nicoletti foi conquistada pela hospitalidade da Flórida State.
A princípio, eram 30 instituições, mas ela diminuiu a escolha para 16. Durante quase 2 anos, a jogadora recebeu ligações de técnicos das universidades quase diariamente e foi apresentada à diversas famílias.

Izabella acredita que o seu potencial ofensivo seja o ponto forte nos jogos e sua defesa, ainda em fase de desenvolvimento, como fraqueza. Já fora das quadras, ela utiliza o popular “jeitinho brasileiro” para superar as concorrentes americanas. A jovem disse que sempre amou jogar basquete e o faz por paixão. Ela detalhou que é sempre a primeira a tomar a iniciativa em ajudar uma colega a se levantar, leva felicidade e energia às quadras e que esse seja o seu diferencial.

. Talento brasileiro:

Os Estados Unidos possuem longa tradição de união entre educação e esporte e as universidades no país possuem equipes de dezenas de modalidades esportivas. As ligas universitárias, como a NCAA, possuem vários atletas com experiência em competições mundiais e olímpicas, o que permite aos alunos competirem em alto nível, mas sem deixar de lado a formação e excelência acadêmicas. Essa possibilidade atrai jovens de todo o mundo, entre eles os brasileiros. Atualmente, há aproximadamente 19 mil brasileiros estudando em universidades americanas, sendo 1.600 deles atletas em equipes esportivas como, por exemplo, o esgrimista Henrique Marques, de 20 anos, aluno do New Jersey Institute of Technology (NJIT), e as amigas Thayla Ventura Grigório, de 19 anos, e Ana Paula Silva Santos, de 18 anos, ambas da zona leste de São Paulo, que ingressarão em universidades americanas em agosto. Outro exemplo é carioca Ana Beatriz Franklin, de 19 anos, que faz parte da equipe de vôlei da Universidade Estadual de Ohio, uma das mais tradicionais dos EUA nos esportes.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend