Brasileira faz campanha para liberar esposo detido pelo ICE

%name Brasileira faz campanha para liberar esposo detido pelo ICE
Em 28 de dezembro, o brasileiro Renan Santos foi detido pelas autoridades migratórias próximo à fronteira dos EUA com o Canadá (Foto: GoFundMe.com)

A esposa de Renan, Christiana Santos, iniciou uma campanha no GoFundMe.com uma campanha cujo o objetivo é angariar US$ 10 mil

Localizado próximo à divisa dos EUA com o Canadá, a tolerância zero da polícia no estado de New Hampshire aos imigrantes indocumentados é debate frequente entre legisladores e ativistas comunitários. As prisões ocorrem praticamente todas as semanas, principalmente nas áreas próximas à fronteira entre os dois países. Entre os detidos estão vários brasileiros, sendo que alguns deles são deportados e outros conseguem autorização para responder ao processo em liberdade e tentar permanecer nos EUA.

Em 28 de dezembro, o brasileiro Renan Santos foi preso por agentes do Departamento de Imigração (ICE) próximo à fronteira do Canadá. Desde então, familiares e amigos dele travam uma verdadeira luta judicial para tentar libertá-lo do centro de detenção.

A esposa dele, Christiana Santos, iniciou uma campanha online no website GoFundMe.com na tentativa de arrecadar US$ 10 mil, que será usado na contratação de um advogado de imigração e taxas judiciais. Ela detalhou que Renan é o único provedor da família. Até à tarde de sexta-feira (24), haviam sido angariados US$ 560.

“O Renan foi detido pela imigração na fronteira do Canadá, no último dia 28 (de dezembro).
Nós temos 1 filho de 7 anos e ele é o único provedor da família, no momento. (Eu) estou pedindo para quem puder e quiser contribuir com essa causa, fique livre para doar a quantia que quiser. Um pouquinho de cada um faz uma diferença enorme no montante total que precisaremos para encarar este processo. Peço a Deus que nos proteja todos os dias e que tudo termine da melhor maneira possível”, diz a mensagem postada por Christiana no GoFundMe.com.

Os interessados podem fazer doações online através do link: https://bit.ly/2TMrCfs.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend