Brasileira perde, mas planeja candidatura para 2020

Foto6 Renata Castro Alves Brasileira perde, mas planeja candidatura para 2020
Renata Castro Alves (esq.) durante a campanha ao cargo de vereadora na Câmara Municipal de Margate (FL)

Renata Castro Alves ficou em 2º lugar, com 5.544 votos, na cidade de Margate (FL)

Na terça-feira (6), a advogada Renata Castro Alves, de 35 anos, natural de São Gonçalo (RJ), moradora em Margate (FL), ficou 309 votos a menos para conquistar uma vaga na Câmara Municipal na cidade onde vive. Ela mudou-se para a Flórida há 17 anos e concorreu ao posto de vereadora nas eleições intermediárias. Em 2016, a advogada brasileira ficou em 2º lugar, ou seja, com 1.800 votos a menos que a vencedora Arlene Schwarts. Já na disputa em 2018, o oponente Antônio Arserio acumulou 5.853 votos e Renata totalizou 5.544 votos. As informações são do jornal Brazilian Times.

Confiante, Alves acredita que as eleições de 2020 mobilizarão as minorias sociais; que, talvez, votem em massa para não reeleger o Presidente Donald Trump. Ela planeja se candidatar ao cargo de deputada estadual no distrito onde mora. Segundo a brasileira, o Condado de Broward é bastante democrata e progressista, entretanto, existem áreas muito conservadoras, sendo Margate uma delas; fato que a teria prejudicado no último pleito.

Apesar do número expressivo de imigrantes que vivem na Flórida, o discurso de Trump contra a imigração, especialmente a informal, impulsionou e mobilizou a base conservadora no estado, favorecendo Antônio. Segundo Alves, o oponente se referia a ela como “uma advogada de imigrantes que tinha como trabalho roubar o emprego dos americanos”; além de ataques de cunho racial, embora ele também seja latino.

Em outro estado, no início de abril, Margareth Shepard, de 59 anos, natural de Goiânia (GO), tomou posse oficialmente do cargo de vereadora na cidade de Framingham (MA). A cerimônia ocorreu no Memorial Building e ela é a primeira brasileira a assumir tal posto nos EUA. Além disso, também tomaram posse os membros do Conselho Escolar e a nova Prefeita Yvonne Spicer.

Margareth é considerada uma das ativistas mais atuantes na comunidade brasileira na região da Nova Inglaterra; particularmente em Framingham. Ela mora nos Estados Unidos há 25 anos e conquistou 587 votos; desde 2008 é filiada ao Partido Democrata em Massachusetts.

Related posts

Comentários

Send this to a friend