Brasileirinho perde a luta contra doença rara

Foto22 Keve dos Santos Dias Brasileirinho perde a luta contra doença rara
Keve dos Santos Dias aguardava um doador compatível para combater a doença (Foto: Facebook)

Keve dos Santos Dias foi diagnosticado com Leucemia do tipo LMJ e aguardava um doador de medula óssea compatível

Pouco antes da virada do ano, Keve dos Santos Dias, que sofria de Leucemia do tipo LMJ, perdeu a batalha contra a doença. Ele necessitava urgentemente de um transplante de medula óssea, mas não foi encontrado um doador compatível a tempo. Na corrida contra o relógio, parentes do menino chegaram a fazer um apelo, através das redes sociais, à comunidade brasileira residente no exterior.

“É com este sorriso nos rosto que vou me lembrar de você. Meu dançarino, (eu) sei que Papai do Céu te quis bem pertinho dele porque Ele viu sua dor, seu sofrimento e você não merecia isto, ninguém merece. Eu sei que você agora está feliz. Feliz 2019. Até breve meu menino”, compartilhou no Facebook a internauta Ana Maria Miranda Blair.

. Campanha no exterior:

A base genética brasileira é muito diversa, em virtude das várias etnias que compõem a população, portanto, é importante que cada vez mais brasileiros se cadastrem como possíveis doares de medula óssea. Para efetuar o registro é necessário que os interessados preencham os seguintes requisitos: Tenham entre 18 e 44 anos. O registro é gratuito e não importa o status migratório. Necessita residir nos USA. O registro pode ser feito online: join.bethematch.org/saveme ou Join.bethematch.org/Doevida. Registre-se como um possível doador de medula óssea pelo telefone: Envie mensagem de texto: Cure135, para: 61474. Necessita residir nos USA. Em uma semana, o interessado receberá em sua residência um envelope selado com um kit para o teste genético. Basta fazer a fricção dos cotonetes na parte interna da bochecha e colocar na caixa do correio, explicou Roosevelt Ramos, coordenador da Fundação Icla da Silva nos EUA.

“Estamos perdendo nossas crianças por falta de solidariedade, ajude a salvar uma vida!” Encorajou o ativista. Mais informações podem ser obtidas através do tel.: (407) 276-4860, falar com Roosevelt Ramos ou do e-mail: [email protected]

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend