Brasileiro acusado de homicídio tem fiança de US$ 1 milhão

IMG 20180523 WA0002 1 Brasileiro acusado de homicídio tem fiança de US$ 1 milhão
Mateus Nascimento da Costa compareceu à audiência preliminar na quinta-feira (3)
Mateus Nascimento da Costa é acusado de matar a namorada, Alyssa Guerrero, com uma facada no peito

O Departamento de Polícia de Meriden prendeu Mateus Nascimento da Costa, de 20 anos, morador em Danbury (CT), acusado de assassinar a namorada com uma facada no peito. Na noite de quarta-feira (2), as autoridades receberam a denúncia de que uma mulher havia sido esfaqueada na 63 3rd St., em Meriden (CT). Quando os policiais chegaram ao local, um homem que esperava na calçada informou-lhes que havia uma mulher na casa e que ela tinha sido apunhalada pelo namorado dela.

Os agentes constataram que a vítima, de 21 anos, havia sido golpeada pelo menos uma vez no peito. Ela foi transportada ao hospital local onde faleceu. As autoridades não divulgaram a identidade da jovem. Posteriormente, ela foi identificada como Alyssa Guerrero.

A polícia informou que o namorado da vítima, Mateus, havia ido à Waterbury (CT), onde se entregou às autoridades. Inicialmente, o brasileiro foi acusado de violar 3 ordens de proteção emitidas contra ele envolvendo a vítima.

Os agentes detalharam que a investigação continua em andamento e que mais acusações serão apresentadas contra o suspeito. Costa está preso sob a fiança de US$ 1 milhão e compareceu à audiência preliminar na quinta-feira (3), durante a qual foi determinado um defensor público para representa-lo no caso.

Mateus possui 3 casos pendentes no tribunal nas cidades de Danbury e Norwalk, incluindo a violação de 3 liberdades condicionais. Posteriormente, foi emitido um mandado de prisão por homicídio. O Departamento de Imigração (ICE) também emitiu uma ordem de detenção e o caso do brasileiro foi transferido para a Corte de New Haven. Enquanto o réu aguarda o julgamento, o juiz determinou que ele ficasse sob observação devido ao risco de suicídio. Ele é beneficiário do programa “Deferred Action for Childhood Arrivals” (DACA), que protege da deportação os imigrantes indocumentados, sem antecedentes criminais, que chegaram aos EUA ainda na infância.

Costa mora em Connecticut há 14 anos. Conforme o website do Departamento Judiciário Estadual, ele tem 5 casos pendentes de acusações que envolvem furto e violação de ordem de proteção. Em outubro do ano passado, ele e outra adolescente, Jazmine Mccabe, foram presos e acusados em Wilton (CT) de posse ilegal de drogas. Na ocasião, ambos foram parados no trânsito e os policiais sentiram cheiro forte de maconha emanando do veículo.

Related posts

Comentários

Send this to a friend