Brasileiro é acusado de invasão e tentar estuprar mulher que dormia

Foto4 Victor Barbosa Brasileiro é acusado de invasão e tentar estuprar mulher que dormia
Victor Barbosa, de 20 anos, alegou que a mulher havia permitido que ele dormisse no sofá na sala dela; fato negado pela vítima (Foto: FPD)

Victor Barbosa, de 20 anos, foi detido sem direito à fiança enquanto aguarda a audiência preliminar, em Framingham (MA)

Um homem morador em Framingham (MA) invadiu a casa de uma mulher na segunda-feira (5), subiu em sua cama enquanto ela dormia e tentou estuprá-la, informou um promotor público. A polícia prendeu Victor Barbosa, de 20 anos, em seu apartamento, na Weld St., após o ataque ocorrido às 1:20 da madrugada, relatou a promotora Mikela Almeida durante a audiência preliminar de Barbosa no Tribunal do Distrito de Framingham, também na segunda-feira.

No domingo (4), a suposta vítima e Barbosa compareceram à mesma festa. Naquela mesma noite, eles também estavam no mesmo restaurante da Waverly Street. Eles não foram juntos, mas se encontraram, detalhou o promotor.

A mulher relatou à polícia que deu a Barbosa, a quem ela disse que conhecia há muito tempo, uma carona para casa e depois dirigiu para a casa dela. Ela disse que foi para a cama por volta das 12h30 am.

“Ela acordou às 1h20 am e deparou-se com o réu em sua cama tirando a roupa”, disse Almeida. “Ele estava em cima dela tentando puxar sua calcinha”.

A mulher contou à polícia que gritou com Barbosa para se afastar dela. O réu disse à mulher que ela teria dito que ele poderia ficar em seu sofá, argumento que a mulher desmentiu. Barbosa vestiu a roupa e saiu, relatou Almeida.

A mulher disse à polícia que não sabia como Barbosa entrou em seu apartamento porque ele não tinha a chave e ela pensou que havia trancado todas as portas.

A polícia prendeu Barbosa e acusou-o de agressão com a intenção de estuprar, arrombamento e entrar durante a noite para causar medo.

Almeida pediu à juíza Jennifer Stark que mantivesse Barbosa sem fiança até à audiência para determinar se ele representa perigo para o público e deve ser mantido preso enquanto aguarda julgamento.

O advogado de Barbosa, Cornelius Dailey, disse que o cliente dele nega as acusações. Ele acrescentou que a polícia não encontrou provas de invasão e que o suspeito não conseguiria entrar no apartamento trancado.

“O relatório que temos neste momento não faz sentido”, disse Dailey.

Stark ordenou que Barbosa fosse mantido sem fiança até a audiência de periculosidade, na terça-feira (6).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend