Brasileiro é condenado por reentrada após deportação

Foto10 Homem algemado Brasileiro é condenado por reentrada após deportação
As autoridades carcerárias descobriram que Josilei de Castro havia sido deportado em 17 de julho de 2000

Josilei de Castro também enfrenta acusações de abuso sexual envolvendo uma criança de 9 anos em Massachusetts

Em 16 de março, Josilei de Castro, também conhecido como “Marcos Santos” e “Marcos Augusto dos Santos”, de 37 anos, foi sentenciado pelo juiz sênior do Tribunal Distrital de Boston (MA), Mark L. Wolf, a 6 meses de prisão e 1 ano de liberdade condicional. O brasileiro será posto em processo de deportação após o cumprimento da pena. Em dezembro de 2017, Castro declarou-se culpado da acusação de reentrada ilegal de um estrangeiro deportado. As informações são da Procuradoria Pública Distrital de Massachusetts.

Além disso, em maio de 2016, Josilei foi preso e acusado de agressão sexual contra uma criança de 9 anos de idade. Em julho de 2016, ele foi indiciado pelo Estado por essas acusações. O caso estadual está pendente e a sentença federal dele será cumprida concomitantemente a qualquer sentença estadual que possa ser aplicada no tribunal.

Em 9 de dezembro de 2016, enquanto estava detido devido às acusações de ter molestado sexualmente a criança, os agentes da Penitenciária de Middlesex descobriram que Josilei estava ilegalmente nos Estados Unidos. Ele havia sido anteriormente deportado em 17 de julho de 2000.

Os procuradores públicos federais Andrew E. Lelling e Michael Shea, agente especial encarregado das investigações do Departamento de Segurança Nacional (DHS) na jurisdição de Boston (MA), anunciaram a sentença. Os promotores públicos assistentes Kenneth G. Shine e David G. Tobin foram responsáveis pelo caso.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend