Brasileiro é diagnosticado com “AVM” em Rhode Island

Foto5 Tiago Fantim Brasileiro é diagnosticado com “AVM” em Rhode Island
Tiago Fantim, de 32 anos, reside com a esposa e a filha em Providence, Rhode Island (Foto: GoFundMe.com)

Tiago Fantim, de 32 anos, sofre de Malformação arteriovenosa cerebral (AVM)

Em julho desse ano Tiago Fantim, de 32 anos, residente em Providence (RI), foi diagnosticado com Malformação arteriovenosa cerebral (AVM). Trata-se da conexão  entre artérias e veias, sem o usual sistema capilar. Esta anomalia vascular é amplamente conhecida por causa de sua ocorrência no sistema nervoso central (cerebral), mas podem aparecer em qualquer local. Embora muitos AVM são assintomáticos, podem causar intensa dor ou sangramento e levar a outros problemas médicos sérios.

Os AVMs são geralmente congênitos, mas os padrões de transmissão são frequentemente desconhecidos. Não é geralmente uma doença hereditária, a não ser no contexto de algumas síndromes específicas.

. Campanha beneficente:

Em virtude disso, foi iniciada no website GogundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/f/help-tiago-fantim; cujo objetivo é angariar US$ 35 mil. Até a tarde de quarta-feira (27), haviam sido arrecadados US$ 40.

“Este é o Tiago, de 32 anos, residente aqui nos EUA com sua esposa e filha, descobriu que tem uma doença chamada AVM (Malformação arteriovenosa cerebral). No dia 08/07, Tiago foi ao hospital para realizar um procedimento cirúrgico que os médicos já haviam marcado em relação à essa doença. Mas, infelizmente, houve uma complicação após o procedimento que ocasionou uma hemorragia cerebral e um AVC e teve sequelas na fala e parte direita do corpo, foi com ajuda de um andador e está falando apenas algumas palavras com muito esforço.

Eles não têm família aqui, sua esposa não dirige. Ele terá que fazer outra cirurgia, estava agendado para voltar ao hospital no dia 4 de novembro, para consultas médicas e agendamento para colocar o osso na cabeça que está congelado desde sua primeira cirurgia. Tiago perdeu o seguro de vida, está sem acompanhamento com fisioterapeuta. Após essa próxima cirurgia, o Tiago precisará de ajuda para se manter, pois o GoFoundMe.com, que sua esposa já criou está encerrando por conta de despesas da casa, Tiago mantendo o tratamento para voltar a falar e andar, porque ele não tem o tratamento adequado, portanto, os riscos são maiores de não voltar a ter vida ativa como antes”, diz a mensagem no GoFundMe.com.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend