Brasileiro luta contra câncer de estômago em NJ

Foto3 Ronilton Correa2816 Brasileiro luta contra câncer de estômago em NJ
Diagnosticado em 2015, Ronilton Corrêa vem lutando contra um agressivo câncer no estômago (Foto: GoFundMe.com)

O valadarense Ronilton Corrêa está internado no Hospital Clara Maass, em Belleville

Há aproximadamente dois anos, Ronilton Corrêa, natural de Governador Valadares (MG), morador na cidade de Kearny, vem lutando bravamente contra um agressivo câncer de estômago. Antes da doença, ele trabalhava na construção civil e atualmente está internado no Hospital Clara Maass, em Belleville.

Ronilton, popularmente conhecido na comunidade brasileira em New Jersey como “Neném”, vive há mais de 30 anos nos Estados Unidos, é casado e pai de 3 filhos, sendo 2 deles ainda adolescentes. Ele faz parte da geração de imigrantes naturais do Vale do Rio Doce, interior de Minas Gerais, que chegaram à Newark no início e meados da década de 80, ajudando a estabelecer a comunidade brasileira na região.

. Campanha beneficente:

Em 27 de setembro, a carioca Márcia Corrêa, esposa do Neném, iniciou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/ajuda-para-o-tratamento-de-cancer, cujo objetivo é arrecadar US$ 10 mil que serão usados para arcar com as despesas hospitalares, remédios e seguro de saúde privado. Até à tarde de quinta-feira (5), haviam sido arrecadados US$ 1.540. As doações são feitas online, os doadores podem se identificar ou não e qualquer quantia é aceita.

“(O) Ronilton é um exemplar pai de família com esposa e 3 filhos; sendo 2 deles menores. (Ele) foi diagnosticado com câncer de estômago em 2015. (Ele) passou por uma cirurgia e 18 seções de quimioterapia e, ao longo do tratamento, sofreu alguns efeitos colaterais como, fibromas nos pulmões, úlceras… No último mês de maio, (ele) teve uma recaída na qual foi submetido à retirada de 7 litros de líquido do abdômen e, por consequência, o retorno à quimioterapia (dessa vez mais agressiva). Por todas as dificuldades físicas, emocionais… Eu e o meu marido não podemos retornar aos nossos trabalhos por tempo completo. Com isso, usamos todas as nossas economias. Com a ajuda de amigos, fizemos jantar beneficente e rifas. Entretanto, não foi o suficiente, pois no mês de fevereiro tivemos o seguro médico cancelado, tendo assim que pagar por um seguro de saúde privado, medicamentos e alguns exames. Que Deus abençoe todos que possam me ajudar. Muito obrigada, Marcia!” Postou a esposa de Ronilton Corrêa no GoFundMe.com.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend