Brasileiro participa da Maratona de Nova York 2019

%name Brasileiro participa da Maratona de Nova York 2019
Geison Rodrigues (centro) recebeu o apoio durante o percurso como guia na prova das maratonistas dos EUA, Kelsey Dick e Lauren Donnelly (Foto: Arquivo pessoal)

Geison Rodrigues é atualmente vice-campeão brasileiro nos 800 metros (t44), medalhista de ouro nos 1.500 metros nos Jogos Universitários Paraolímpicos

O maratonista Geison Rodrigues, que ocupa atualmente o ranking nacional como vice-campeão brasileiro nos 800 metros (t44), medalhista de ouro nos 1.500 metros e prata nos 800 metros nos Jogos Universitários Paraolímpicos, na modalidade nacional do CPB, participou da tradicional Maratona de Nova York 2019. O brasileiro recebeu o título de  Embaixador da Unicef No Brasil, com o apresentador Luciano Huck e o ator Lázaro Ramos, pela corrida Word Run.

No domingo (3), Geison participou como Atleta da Achilles Internacional convidado para representar o Brasil na maior maratona do planeta, a Maratona de New York 2019. O evento reuniu 50 mil participantes de todas as partes do mundo, 12 mil voluntários de apoio à prova e 2 milhões de expectadores vibrando e incentivando os corredores nas ruas de Manhattan (NY). O brasileiro recebeu o apoio durante o percurso como guia na prova das maratonistas dos EUA, Kelsey Dick e Lauren Donnelly.

A primeira Maratona de Nova York foi organizada em 1970 por Fred Lebow e Vince Chiappetta e ocorreu toda dentro do Central Park. Em 1976 a prova espalhou-se pelos cinco distritos da cidade, num dos sonhos de Ted Corbit, fundador da New York Road Runners, que organiza a prova até hoje: incluir e atrair corredores de todas as raças, gêneros e ritmos.

Além da dimensão imbatível, são cerca de 50 mil competidores de quase 150 nacionalidades, em 2014, a Maratona de Nova York superou grandes atletas e equipes esportivas do mundo todo para vencer o prestigiado Prêmio Príncipe das Astúrias, por sua contribuição aos mais nobres valores e ideais do esporte.

“A Maratona de Nova York simboliza a melhor convivência possível entre o esporte amador e o profissional. É a máxima expressão do esporte, da colaboração cidadã e do espírito solidário”, declarou o corpo dos jurados ao premiar o evento.

A prova, ocorrida no domingo (3), teve embates marcantes, como a disputa entre a tetracampeã Mari Keitany e a recordista mundial de meia-maratona Joyceline Jepkosgei, além da presença de Desiree Linden, campeã de Boston (MA) no ano passado.

No masculino, o vencedor de 2018, Lelisa Desisa, da Etiópia, quer o título em Nova York para coroar uma temporada já vitoriosa; ele venceu a maratona do Campeonato Mundial de atletismo, disputado em Doha. Desisa, que correu para 2h 05min 59s no último ano, teve como principal concorrente Geoffrey Kamworor, do Quênia, que venceu a Maratona de Nova York em 2017.

Após ter participado da Maratona de Nova York, Geison Rodrigues está passando férias na residência do estudante Ronaldo de Souza, em Newark (NJ).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend