Brasileiro pede ajuda na luta contra câncer em estágio 4

Foto7 Paulo Cesar Teixeira  Brasileiro pede ajuda na luta contra câncer em estágio 4
Paulo César Teixeira precisa ser submetido ao transplante de medula óssea no final de outubro/início de novembro desse ano (Foto: GoFundMe.com)
Foto7 Paulo Cesar Teixeira 1 1 Brasileiro pede ajuda na luta contra câncer em estágio 4
Paulo César Teixeira com a esposa, Valéria, e as duas filhas do casal (Foto: GoFundMe.com)

Paulo César Teixeira foi diagnosticado com a doença em janeiro desse ano

No sábado (11), foi iniciada no website GoFunMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/help-paulo-beat-lymphoma-cancer, cujo objetivo é angariar US$ 100 mil para pagar as despesas hospitalares de Paulo César Teixeira, morador na Carolina do Sul, que luta contra um câncer de linfoma de células B em estágio 4. Até a tarde de quinta-feira (16), haviam sido arrecadados US$ 1.725.

“Olá, meu nome é Paulo César Teixeira. Em janeiro de 2018, eu fui diagnosticado com estágio 4 de câncer de linfoma de células B difuso grande no fígado com metástase no pâncreas, costelas e quase outros sistemas linfáticos. No dia 5 de fevereiro de 2018, comecei com o tratamento de quimioterapia de regimento forte. Cerca de 2 meses após o início do tratamento de quimioterapia, em 5 de abril de 2018, fiz uma PET Scan e concluíu que o linfoma desapareceu, mas meu médico disse que eu teria que terminar os 3 tratamentos de quimioterapia restantes.

Em 30 de abril de 2018, fiz a 4ª punção lombar. Os resultados voltaram positivos nos exames do fluido da medula e também no dia 2 de maio, com linfoma de células no líquido espinhal, infelizmente. Em 6 de maio de 2018, eu tive que implantar um reservatório Ommaya na minha cabeça para tratar o linfoma no líquido espinhal para combater o linfoma – CSF – metástases leptomeníngeas. Eu terminei o primeiro regimento em 31 de maio e fui neutropênico várias vezes e tive que ir à UTI uma vez…

Eu comecei o segundo regimento para lutar contra o linfoma Leptomeníngea metástase no líquido espinhal em 2 de julho. Este regimento consiste em 3 meses de quimioterapia, e depois disso tenho que ter o transplante de medula óssea no final de outubro/início de novembro. Infelizmente, o meu seguro não cobre todos os custos e precisamos chegar a US$ 100 mil para a minha operação. Não consegui trabalhar este ano de 2018 devido à intensidade do tratamento. Nós temos Deus ao nosso lado, e agradecemos a todos que acordamos vivos todos os dias. Somos cristãos e uma família fiel. A vida e a família são as coisas mais preciosas para nós”, postou ele no GoFundMe.com.

. Família pede ajuda:

Devido ao tratamento, Paulo César não possui condições físicas para trabalhar, portanto, a esposa Valéria teve que assumir o compromisso no sustento da família. O casal tem duas  filhas ainda menores de idade.

“Minha esposa Valeria, minha amiga e cuidadora é a única que trabalha desde janeiro tentando sustentar a nossa família, cuidando de minhas duas enteadas, facilitando a minha mente e ansiedades sobre todo o resto do processo. Estou lutando contra o câncer. Nós não temos os 100 mil dólares extras necessários para o transplante, então estamos pedindo doações de qualquer tamanho de amigos e familiares e orações para esse procedimento que eu terei que passar em três meses.

Por favor, considere ajudar e a levantar os US$ 100 mil necessários para o meu transplante. Absolutamente, qualquer doação de tamanho ajudará e será muito apreciada. Ajude-nos a divulgar a campanha! Muito obrigado e que Deus abençoe a todos vocês”, concluiu Paulo César.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend