Brasileiro perde a luta contra câncer de pele na FL

Foto18 Anderlei Junior  Brasileiro perde a luta contra câncer de pele na FL
O vídeo gravado por Anderlei Júnior foi assistido e compartilhado por milhares de internautas no Facebook

Anderlei Júnior sofria de um melanoma em estágio avançado e que apresentou metástase

Na quarta-feira (1), morreu Anderlei Júnior, de 36 anos, morador em Tampa (FL), em decorrência do avanço de um câncer de pele. No final da doença, devido à metástase, ele chegou a ter 23 tumores nas regiões do Abdômen, virilha e pulmão. Ele vivia há 12 anos nos EUA e deixou a esposa, Elizabeth Melo, e 3 filhos.

Em dezembro do ano passado, a saga vivida por Júnior viralizou na internet depois de ele ter postado um vídeo de alerta sobre a doença e a importância do diagnóstico e tratamento precoces. Na ocasião, o vídeo foi assistido e compartilhado por milhares de internautas.

“O Senhor deu, O Senhor tomou. Louvado seja o nome do Senhor. O Senhor me deu um marido maravilhoso, O Senhor tomou meu marido maravilhoso. O Senhor me dará força e paz!” Postou Elizabeth na página do casal no Facebook, na quinta-feira (2).

A morte prematura de Júnior comoveu amigos e internautas que acompanhavam a história do brasileiro. Um deles postou que, graças ao vídeo do brasileiro, ele marcou uma consulta com um dermatologista e, após o exame, foi descoberto um tumor de pele ainda no início.

“Elizabeth, sinto muito em saber da morte do Júnior. Quero que saibas que a luta, a força e o amor de todos vocês foram verdadeiramente inspiradores. Deus tem caminhado contigo. Também quero que saibas que, como o Júnior sugeriu, fui ao dermatologista para um exame. (Eu) Não disse à muitas pessoas, mas encontraram um cancro muito precoce em emeu rosto e o tiraram imediatamente. O Dr. disse que foi bom eu ter ido como o fiz. Então, eu prefiro pensar que vocês me salvaram. Obrigado a todos por isso! Seja como for, por favor, diz-me se houver alguma coisa que eu possa fazer. Os meus pensamentos e orações vão ficar contigo. Tão difícil, mas tão feliz (porque) o Júnior ajudou e salvou muitas pessoas”, postou o internauta.

Pessoas que tomaram muito sol ao longo da vida sem proteção adequada têm um risco aumentado para melanoma. Isso porque a exposição solar desprotegida agride a pele, causando alterações celulares que podem levar ao câncer. Quanto mais queimaduras solares a pessoa sofreu durante a vida, maior é o risco de ela ter um câncer de pele. O melanoma é tumor maligno originário dos melanócitos (células que produzem pigmento) e ocorre em partes como pele, olhos, orelhas, trato gastrointestinal, membranas mucosas e genitais. Um dos tumores mais perigosos, o melanoma tem a capacidade de invadir qualquer órgão, criando metástases, inclusive no cérebro e coração. Portanto, é um câncer com grande letalidade. O melanoma incide preferencialmente na idade adulta, a partir da quinta década de vida, uma vez que quanto mais avançada a idade maior é o tempo de exposição solar daquela pele. Também é um câncer que atinge homens com mais frequência do que mulheres. O melanoma cutâneo tem incidência bem inferior aos outros tipos de câncer de pele, mas sua incidência está aumentando no mundo inteiro.

A missa de corpo presente de Anderlei Júnior ocorreu na tarde de sexta-feira (3), na Igreja Católica de São Paulo, em Tampa (FL).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend