Brasileiro viaja todos os países do mundo e quebra recorde

Foto23 Anderson Dias Brasileiro viaja todos os países do mundo e quebra recorde
“Calma gente, na África eu adotei um novo estilo de vida e não um bebê”, postou Anderson no Instagram

Foto23 Anderson Dias  Brasileiro viaja todos os países do mundo e quebra recordeAnderson Dias, de 25 anos, passou 543 dias visitando 195 países oficiais do mundo e o Vaticano, esse na Itália

Nascido em Salvador (BA) e criado em Caruaru (PE), no domingo (24), Anderson Dias, de 25 anos, que passou 543 dias visitando todos os 195 países oficiais do mundo e o Vaticano, retornou o Brasil. Saindo de Cabo Verde no sábado (23), ele superou Cassandra de Pecol, de 28 anos, natural de Connecticut, que bateu o recorde em 2018 viajando 558 dias.

“Acabou”, comemorou Dias. “Ninguém irá tirar isso, Brasil, você tem um filho que quebrou um recorde”.

Anderson foi considerado pelo Guinness Book o ser humano a conhecer mais rapidamente todos os países (oficiais) do mundo e o único brasileiro a conhecer literalmente todos os países do planeta. A jornada começou em maio de 2018 e ele retornou ao Brasil com 196 carimbos no passaporte e a conquista de um sonho.

Em 2014, Dias ganhava a vida caminhando pelas ruas e shoppings de Recife (PE) vendendo capas para aparelhos telefônicos celulares. Na época, todo o dinheiro possível era economizado  e ele fazia apenas uma refeição por dia. No período de 3 meses, ele conseguiu economizar US$ 30 mil e, em 27 de março de 2015, viajou para a capital da Irlanda, Dublin, e de lá para mais 10 países. A série de viagens duraram 6 meses.

Quando completou 24 anos, Anderson amadureceu a ideia de viajar pelo mundo e, em 27 de maio de 2018, ele deixou o Brasil para conhecer 196 países. Durante as viagens, ele postou fotos no Instagram e relatava as experiências vividas nos locais visitados.

“Adotei. Como todos sabem, eu sonho em ser pai e essa viagem me fez refletir muito do que é ter uma família. Não teria problema nenhum em ser pai sozinho, caso não encontrasse alguém que quisesse compartilhar essa experiência comigo. Calma gente, na África eu adotei um novo estilo de vida e não um bebê; se bem que esse aí deu vontade, ahah. Brinquei com a mãe dele se podia leva-lo para o Brasil e ela disse: Só se a mãe for junto, ahahah”, postou Dias.

Já em outra postagem, ele destaca as belezas naturais da região norte-oriental da Rússia.

“Telhado do mundo? Pamir Highway é uma visão única do Tajiquistão que se estende por mais de 1.300 km e conecta a capital de Dushanbe à cidade de Osh no Quirguistão. A estrada que faz parte da minha estrada internacional é a M-41 e fica na região de montanhas altas de Pamir. Trata-se de uma cordilheira com picos de mais de 7 mil metros e que ocupa a maior parte do Tajiquistão. O seu nome é traduzido como ‘Telhado do Mundo”, postou Dias.

Além das belezas naturais, Anderson relatou no Instagram a dificuldade material enfrentada por algumas populações que vivem nessa região do planeta. “Eu não consigo olhar para essa foto e não imaginar onde esses dois estejam dormindo agora. Provavelmente, numa cabana de plástico na beira dessa estrada de terra, sem ter o que comer e tomar banha já há algum tempo. Ela disse que iria orar por mim, eu agradeci pegando na mão dela e mandando um ‘xukran’ (obrigado, em árabe) bem desajeitado.

O pequenino tinha acabado de me dar um abraço e ganhar o dinheiro que eu dei para ele, aproximadamente R$ 10 (Eles passam 4 dias com 10 Reais). Olha a felicidade do mesmo, que mesmo tão novo, sabia o quanto aquele dinheiro era importante. Uma pena não ter dado  mais; eu levei uma caixa de chocolate e distribui para umas 20 crianças, além de alguns trocados de maneira igualitária. Infelizmente, não foi rico ainda e o máximo que pude fazer naquele momento era isso, sem contar que não esperava encontrar tantas crianças sofrendo daquele jeito. Mas, eu consegui fazer algo muito especial hoje; eu brinquei com eles por alguns minutos e os fiz sorrirem! Quero de verdade que esse país fique em paz e o sorriso no rosto dessas crianças seja algo comum”, concluiu.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend