Brasileiros da Sinfônica Grand Rapids se apresentam no Carnegie Hall

Foto29 Grand Rapids Symphony Brasileiros da Sinfônica Grand Rapids se apresentam no Carnegie Hall
O regente Marcelo Lehninger e a Sinfônica Grand Rapids durante apresentação

O concerto terá as participações do regente Marcelo Lehninger e do pianista Nelson Freire

Na sexta-feira (20), às 8:00 pm, quando os 85 membros do Grand Rapids Symphony (GRS) e seu diretor musical Marcelo Lehninger chegarem à Nova York para o show no Carnegie Hall, eles trarão o coral de 134 membros do Grand Rapids Symphony Chorus. A organização da apresentação envolveu 1 enorme caminhão cheio de instrumentos, 18 funcionários incluindo 4 acompanhantes e fãs de Grand Rapids. Além disso, um dos destaques do espetáculo é a determinação de replicar em Nova York um componente essencial da orquestra em Michigam: O envolvimento da comunidade.

Um olhar superficial no site da orquestra (Grand Rapids Symphony) revelará a organização ao longo dos anos uma impressionante variedade de programas para englobar a variada comunidade de West Michigan. A região é caracterizada por crianças a idosos, saudáveis ​​a enfermos e membros potenciais da audiência de todos os graus de alfabetização musical, começando com zero.

“Como o envolvimento da comunidade é tão importante para nós, decidimos trazê-lo para Nova York”, diz Denise Lubey, vice-presidente sênior de Marketing e Comunicações da Sinfonia de Grand Rapids. “Já que nosso diretor musical e nosso solista de piano, Nelson Freire, são brasileiros e como nosso programa de shows apresenta muita música brasileira, nós contatamos o Mantena Global Care, uma organização que promove saúde e bem-estar a variada comunidade brasileira na região do Tri-State”.

“Através do Mantena, identificamos 200 sobreviventes de câncer que receberão ingressos grátis para o nosso show. Oferecer acesso à música bonita para aqueles que teriam dificuldade de acessá-la por qualquer razão é uma das partes mais importantes de nossa missão em casa e nossa presença no Carnegie Hall não será diferente. O trabalho do Mantena com sobreviventes de câncer também ressoa perfeitamente com o Symphony Scorecard e Music for Health, dois programas que a orquestra já opera em Grand Rapids”, acrescentou Lubey.

O programa do Concerto inclui “Bolero” de Ravel, “Monoprecoce” e “Choros Nº 10 – Rasga o Coração” de Villa-Lobos e “Nights in the Gardens of Spain” de Falla. Os ingressos custam US$ 15 (estudantes), US$ 25, US$ 35 e US$ 70. O Carnegie Hall fica na 881 7th Avenue, em Manhattan (NY). Bilheteria: (212) 247-7800.

 

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend