Brasileiros realizam torneio 2ª Newark Cup de Botão

Foto1 II Newark Cup  Brasileiros realizam torneio 2ª Newark Cup de Botão
Jogadores durante o torneio europeu UEFA Chanpions League 2019, em Garwood (NJ), outubro de 2019
Foto1 II Newark Cup 1 1 Brasileiros realizam torneio 2ª Newark Cup de Botão
O campeonato contará com 16 jogadores distribuídos em 4 grupos. A fase de “mata-mata” será dividida nas séries Ouro e Prata

Este ano, a competição de futebol de mesa acontecerá no coração do bairro do Ironbound e contará com a participação das equipes de NJ e NY

No sábado (16), será realizada a II Newark Cup no estado de New Jersey. A Ironbound League com a Play Button Soccer estão organizando mais um campeonato nos EUA com o intuito de celebrar o grande ano de 2019 e divulgar o tão querido esporte. O local escolhido não poderia ser mais apropriado: O Sport Newark & Benfica, um ambiente totalmente customizado em homenagem ao clube português.

O campeonato contará com 16 jogadores distribuídos em 4 grupos. A fase de “mata-mata” será dividida nas séries Ouro e Prata. Onde todos os participantes, experientes ou não, terão a oportunidade de serem premiados (Série Ouro: 1º, 2º e 3º lugares + Série Prata: 1º, 2º e 3º lugares + Artilheiro). Cada jogador escolherá seu time favorito com botões de “vidrilha”, no formato Open. Traga seu time e divirta-se! Como de costume, a regra utilizada nos EUA será a 12 toques com algumas modificações e bolinha como padrão.

A comunidade de “botonistas” não para de crescer. Para o ano de 2020, um calendário oficial está sendo preparado. As diversas ligas espalhadas pela América do Norte terão a oportunidade de aumentar o intercâmbio. Todos estão convidados a participar dos nossos encontros e reviver nas mesas a magia do futebol.

“Quem estiver visitando os Estados Unidos e tenha interesse em jogar, pode entrar em contato conosco. Novos torneios e novas emoções estão por vir! Prepara!” Convida a organização do torneio.

. Histórico do esporte:

Relatos de antigos colecionadores contam que marmanjos do Pará já brincavam de fazer gols com pequenos botões por volta da década de 20. Logo, o jogo chegaria ao Rio de Janeiro, onde, em 1930, o músico e publicitário Geraldo Décourt publicou o primeiro livro de regras oficiais. “A partir do Rio, o futebol de botão passou a ser difundido para vários outros estados”, afirma Elcio Vicente Buratini, vice-presidente da Confederação Nacional de Futebol de Mesa, sediada em São Paulo.

Naquela época, o jogo tinha um nome bem estranho: Celotex, o mesmo do material de que eram feitas as mesas. Com a popularização do jogo em todo o país, cada região desenvolveu suas próprias regras. Mas a brincadeira ficou coisa séria em 1988, quando o Conselho Nacional do Desporto reconheceu o futebol de botão como esporte legítimo, oficializando as três modalidades praticadas até hoje: baiana, carioca e paulista.

As bolinhas, que já foram feitas de miolo de pão, cortiça e lã, hoje são de plástico ou feltro. O acrílico usado nos jogadores é o mesmo material de onde saem os goleiros. Essa resina também serve para produzir a palheta, peça usada para impulsionar os craques pela mesa, embora também existam modelos de plástico e madrepérola.

Para mais informações: Instagram: @playbuttonsoccer. Facebook: https://www.facebook.com/playbuttonsoccer/ Email: [email protected]. Site: www.playbuttonsoccer.com.

Related posts

Comentários

Send this to a friend