Polícia divulga nome de suspeito

A imigrante paranaense, natural de Goioerê, completará 23 anos em 29 de abril

Dois meses após seu desaparecimento, a fotografia da imigrante Carla Vicentini, 22 anos, natural de Goioerê, interior do Paraná, foi publicada no site oficial da New Jersey State Police. Carla, que completará 23 anos em 29 de abril, foi vista a última vez deixando o Adega Bar & Grill, na Ferry Street, em Newark – NJ, na madrugada de 10 de fevereiro deste ano em companhia de um desconhecido. O caso foi manchete no Brazilian Voice Newspaper e ganhou repercussão internacional, incluindo a intervenção do FBI e do Departamento de Polícia de Newark, New Jersey.

Segundo informações na página eletrônica: www.webdb.state.nj.us, Vicentini, provavelmente, está em companhia de um indivíduo caucasiano, vulgo “Antônio”. No dia de seu desaparecimento, ela estava trajando uma camiseta branca sem mangas, calça comprida jeans e botas de cano alto marrom. Além disso, Carla possui a tatuagem de um tigre no abdômem e a figura de um anjo nas costas.

A fotografia de Carla, NCIC M935522581, está na seção de pessoas desaparecidas em todo o estado de New Jersey.

No último 13 de março, a equipe de reportagem do BV entrevistou, por telefone, Tânia Maria Pereira Vicentini, mãe da jovem desaparecida. Na ocasião, ela disse que as autoridades mantinham contato freqüente com sua família. %name Polícia divulga nome de suspeitoRetrato falado do suspeito pelo desaparecimento da jovem brasileira

“Há vários dias, eles (as autoridades) ligam e fazem perguntas, mas não passam nenhuma informação porque dizem que tem que haver sigilo completo durante as investigações. Eles me disseram que estão cuidando do caso com muito carinho, que não param de trabalhar, mas não divulgam nenhuma informação porque tudo tem que ser muito sigiloso. Eles estão analisando os pertences dela que ficaram no apartamento, me fazem perguntas, dizem palavras de conforto, pedem para que eu fique calma, que eles não estão deixando nada de lado e que no momento oportuno me passarão imediatamente alguma informação”, explicou Tânia.

Segundo ela, a polícia somente informará quando tiver informações concretas sobre o paradeiro de Carla.

“Eles (autoridades) também me disseram que não lidam com hipóteses e sim com fatos concretos, por isso, só vão me dizer alguma coisa quando tiverem certeza”, acrescentou.

Tânia demonstrou preocupação pela possibilidade de que sua filha tenha sido levada para outro estado, conseqüentemente, dificultando as investigações.

“A minha preocupação maior no momento é que ela (Carla) tenha sido levada para outro estado. As vezes, eu fico imaginando se ela ainda está aí em New Jersey ou se foi levada para outro lugar”, comentou ela.

Qualquer informação que leve ao paradeiro de Carla Vicentini deve ser enviada ao Departamento de Polícia de Newark, através do telefone (973) 733-4336 ou a Unidade de Pessoas Desaparecidas pelo tel.: 1(800) 709-7090.

Related posts

Comentários

Send this to a friend