Família faz campanha em prol de bebê com problemas cardíacos em MA

%name Família faz campanha em prol de bebê com problemas cardíacos em MA
Greyson está na UTI do Hospital Infantil de Boston (MA) aguardando sua segunda cirurgia, após a primeira ter falhado duas semanas atrás (Foto: GoFundMe.com)

Greyson foi diagnosticado com insuficiência na válvula tricúspide e está internado no Hospital Infantil de Boston (MA)

O bebê Greyson, nascido há cerca de 2 meses, em Framingham (MA), foi diagnosticado com insuficiência na “Válvula Tricúspide”. Em virtude disso, a internauta Cassidy Love Villazo iniciou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/f/greysons-medical-journey; cujo objetivo é angariar US$ 5 mil para ajudar nas despesas hospitalares da criança. Até a tarde de quarta-feira (30), haviam sido angariados US$ 2.645.

A insuficiência ou regurgitação tricúspide (IT) é uma lesão valvar relativamente comum, podendo ser classificada em primária, quando a lesão é no próprio aparelho valvar tricúspide, ou secundária, quando ocorre por dilatação do VD e/ou hipertensão pulmonar. As formas secundárias são disparadamente mais comuns (90% ou mais), em geral associadas à insuficiência cardíaca do lado esquerdo do coração. Das formas primárias, a lesão reumática e a degeneração/calcificação, são as mais prevalentes. A causa mais comum é a dilatação do VD. Os sinais e sintomas geralmente estão ausentes, mas a insuficiência tricúspide grave pode causar pulsações no pescoço, sopro holossistólico, IC induzida pelo VD ou FA. O diagnóstico é realizado por exame físico e ecocardiografia. A insuficiência tricúspide geralmente é benigna e não requer tratamento, mas alguns pacientes requerem anuloplastia, reparo ou troca valvar.

“Olá! Se você me conhece, sabe que eu não sou de pedir contribuições, entretanto, desde agosto, a nossa vida virou de cabeça para baixo. Quando Greyson nasceu, em 8/8/19, por meio de uma cesariana de emergência, ele foi diagnosticado com insuficiência da válvula tricúspide, uma doença cardíaca. Ele foi quase imediatamente colocado no berçário de cuidados especiais. Aos 2 dias de idade, ele teve seu primeiro episódio de SVT, no qual a frequência cardíaca dispara de 250 a 280. Desde que nasceu, ele teve 5 passagens pela UTI e foi mantido em 3 hospitais diferentes.

No momento, ele está na UTI do Hospital Infantil de Boston (MA) aguardando sua segunda cirurgia, após a primeira ter falhado duas semanas atrás. Nós o levamos para casa por quase quatro semanas no total das quase 12 (semanas) que ele está vivo. Essa foi a experiência mais difícil emocionalmente, mas também não foi boa em nossas finanças. Atingimos o limite do seguro de 7 mil dólares e temos tantas dúvidas, mesmo com todas as pessoas generosas que conheço e que contribuirão. Por isso, somos gratos por qualquer ajuda que alguém possa nos dar. Obrigado a todos por ler e doar antecipadamente”, postou Cassidy no GoFundMe.com.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend