Preso motorista que matou brasileiro e fugiu do local do acidente em MA

Foto1 Shane Newman Preso motorista que matou brasileiro e fugiu do local do acidente em MA
Shane Newman é acusado de fugir da cena do acidente que resultou em ferimentos ou morte, envolvendo Daniel de Lima, de 51 anos (Foto: SPD)
Foto1 Daniel de Lima Preso motorista que matou brasileiro e fugiu do local do acidente em MA
Daniel de Lima, de 51 anos, foi fatalmente atropelado quando corria ao longo da Singletary Avenue, em Sutton (MA), às 6 e meia da manhã (Foto: Redes sociais)

Shane Newman atropelou fatalmente Daniel de Lima, de 51 anos, quando ele corria (jogging) na manhã de quarta-feira (14) em Sutton (MA)

Agentes do Departamento de Polícia de Sutton (SPD) prenderam o motorista Shane Newman, morador na Putnan Hill Road, na mesma cidade, em conexão com o atropelamento fatal de Daniel de Lima, de 51 anos, morador em Millbury (MA). O brasileiro foi morto quando corria (jogging) ao longo da Singletary Avenue, na quarta-feira (14), antes das seis e meia da manhã. Os detetives procuravam uma caminhonete (SUV) de cor branca e com danos na parte dianteira do lado do passageiro, detalhou a Procuradoria Distrital de Justiça.

O detetive do SPD, Matthew K. Bohanan, disse através de um comunicado que os investigadores encontraram um farol na cena do crime, acreditando que ele pertenceria ao veículo envolvido no incidente. Uma série numérica encontradas em algumas peças no local levaram os detetives a especular que o automóvel seria um Cadillac SRX ano 2013 ou 2014.

Resíduos de tinta encontrados na vítima sugeriam que o veículo pudesse ser branco e os investigadores receberam denúncias de sobre um carro do mesmo estilo e o número parcial da placa, detalhou Bohanan. Uma pesquisa no Departamento de Veículos Auto Motores revelou a existência de 2 Cadillacs SRX registrados em Sutton. Um deles foi descartado, levando as autoridades ao segundo, um Cadillac branco, ano 2014 e registrado em nome de Terrence Newman, na Putnan Hill Road, em Sutton (MA).

Bohanan acrescentou que uma investigação revelou a possibilidade de que Shane Newman dirigia o veículo no momento do incidente. Um mandado de busca para vasculhar o aparelho celular dele fez com que ele fosse encontrado no interior do carro em Putnam (CT). As autoridades detalharam que o veículo apresentava sinais recentes de dano na parte dianteira no lado do passageiro, consistentes com a possibilidade de ter atingido um pedestre e as peças encontradas espalhadas no local do incidente.

As evidências encontradas no veículo serão enviadas ao Massachusetts State Police Crime Lab para análises mais detalhadas, incluindo a possibilidade de sangue e pelos, detalhou Bohanan.

Interrogações feitas no local de trabalho de Newman revelaram que ele chegou atrasado ao trabalho naquela manhã da batida com o Cadillac, que apresentava danos recentes, detalharam as autoridades. Bohanan escreveu no relatório que os colegas de trabalho do motorista afirmaram que Shane havia comentado que havia se envolvido num acidente de carro na mesma manhã.

Newman já enfrentou acusações similares antes. Em novembro de 2018, ele acusado de dirigir negligentemente um veículo e fugir do local do acidente, depois que a polícia informou que ele chocou o veículo dele contra um carro que estava estacionado próximo à St. Bridget’s Church em Millbury e depois fugiu do local do acidente. Ainda segundo a polícia local, Shane preencheu um boletim de ocorrências polícia (BO) no qual alega falsamente que a caminhonete dele havia sido roubada. Posteriormente, ele confessou aos investigadores que ele dirigia o veículo. A polícia detalhou que, após ter atingido o carro estacionado, Newman dirigiu o veículo dele na calçada cerca de 150 pés (46 metros), provocando danos num muro de contenção.

Com relação à morte do brasileiro, Newman está sendo acusado de fugir da cena do acidente que resultou em ferimentos ou morte, envolvendo Lima. A polícia e Procuradoria de Justiça Distrital do Condado de Worcester realizaram uma coletiva de imprensa.

Durante período de 3 dias, as autoridades receberam mais de 50 denúncias que ajudaram a encontrar Newman, que atropelou fatalmente o brasileiro quando ele corria (jogging) na manhã de quarta-feira (14).

“Eu estou feliz pela nossa comunidade que esse caso chegou ao fim e espero que a justiça prevaleça”, disse o chefe do Departamento de Polícia de Sutton, Dennis Towle.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend