Cantora e compositora brasileira é o novo talento em NY

Foto10 Carol Borges 640x1024 Cantora e compositora brasileira é o novo talento em NY
A mineira Carol Borges é autora e intérprete do single “Don’t be gentle”
Foto10 Carol Boerges e Banda Cantora e compositora brasileira é o novo talento em NY
A banda é formada por Carol Borges, Niko Shavelov, Sohei Narita, Moto Kobayashi, Sanchez Fernandes e Dennis Chung

Carol Borges descobriu a música ainda na infância, na cidade de Araxá (MG)

Morando no bairro Spanish Harlem, em Nova York, a cantora e compositora Carol Borges, natural de Araxá (MG), e sua banda fazem parte da geração de talentos emergentes no cenário musical atual na Big Apple. A desenvoltura da jovem no palco e estúdio nem de perto deixa transparecer as razões que a levaram a descobrir a música ainda na infância, no interior de Minas Gerais. Aproximadamente aos 10 anos de idade, após a saída do irmão mais velho de casa, ela ficou praticamente sozinha, pois os pais comerciantes tinham uma rotina agitada.

“Como uma criança crescendo no Brasil, eu geralmente me sentia muito sozinha e perdida. Embora eu fosse bastante sensível, eu não conseguia expressar adequadamente os meus sentimentos e compartilhar as minhas emoções com os outros”, relatou Carol em seu website (www.carolborges.com).

Preocupada com a dificuldade da filha em se relacionar com as outras crianças na escola ou no bairro onde morava, a mãe de Carol a levou a vários psicólogos e psicanalistas, muitos deles cogitando a possibilidade de a menina sofrer de depressão ou autismo. Até que uma amiga da família, que é terapeuta ocupacional, sugeriu à mãe da jovem que ela a matricula-se em diversas atividades, como aulas de francês, violão, natação, voleibol, pintura, entre outras, e verificasse como a menina reagisse a elas.

“Depois de participar de várias atividades depois da escola, como natação, aulas de idiomas, voleibol, pintura e algumas outras, a minha família percebeu que as lições de violão que eu praticava eram aquelas que afetavam mais drasticamente o meu humor. Era tão bonito escutar, aprender e emocionante tocar. Pela primeira vez em minha vida, eu senti que estava no caminho certo para encontrar a minha paixão”, disse Borges.

Após concluir o Ensino Médio (High School) no Brasil, Carol mudou-se para New York City, onde iniciou no curso de Administração de Empresas (Business Administration) na City University of New York, mantendo a tradição familiar. Entretanto, ainda na faculdade, ela teve acesso aos estudos de Jazz e a paixão pela música falou mais alto. Pouco tempo depois, ela se transferiu do curso de Administração para o Jazz. Durante as aulas, ela conheceu o ucraniano Niko Shavelov (percussão), o japonês Sohei Narita (saxofone), o também japonês Moto Kobayashi (baixo), o indiano Sanchez Fernandes (violão) e o taiwanês Dennis Chung (teclados), formando um grupo eclético. Atualmente, eles se apresentam em casas noturnas da Big Apple e divulgam suas canções através do Youtube, Spotfy e do live streaming no website: www.carolborges.com. Na terça-feira (24), a banda lançará a canção “Don’t be gentle (Não seja carinhoso/gentil, em tradução livre).

“Esse grupo diverso de músicos brilhantes representa o melhor de seus países de origem. Cada um deles contribui com sabor e estilo distintos em cada canção; é um privilégio tocar com eles”, elogiou Borges.

“Eu me inspiro todos os dias com os outros alunos, professores e também simplesmente observando as pessoas nessa cidade maravilhosa. Quando eu tenho a oportunidade, eu também adoro observar o mundo de diferentes perspectivas. Ao submergir em outras culturas, eu posso de forma mais eloquente expressar as minhas próprias experiências e opiniões no que diz respeito ao tempo em que estamos vivendo agora”, acrescentou.

. Agenda de shows:

Em 29 de outubro, domingo, às 7:00 pm, Carol Borges & Banda estará no Gold Sounds, no Brooklyn (NY). Já em 15 de dezembro, sexta-feira, às 8:00 pm, eles estarão no The Delancey, em Manhattan (NY).

Compondo e cantando em inglês, Carol define seus acordes como Jazz e Pop, com inspiração em Tom Jobim e outros ícones da MPB e música americana. “O meu objetivo é trazer a diversidade e mostrar isso às pessoas, ou seja, trazer ideias desafiadoras. Como líder de banda, eu aconselho àqueles que desejam ir à busca de um sonho, comece só com aquilo que você possui, pois o próximo passo virá”, concluiu.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend