Casa Branca divulgará “prioridades” na imigração entre 7 e 10 dias

Foto20 Donald Trump Casa Branca divulgará “prioridades” na imigração entre 7 e 10 dias
Trump negou que tivesse chegado a um acordo migratório com os democratas Pelosi e Schumer, mas posteriormente reconheceu que discutiu o assunto

Entre os temas abordados estarão os DREAMers, segurança na fronteira e outros

Na sexta-feira (15), a secretária de imprensa Sarah Huckabee informou que a Casa Branca planeja divulgar “princípios e prioridades específicos” para um acordo migratório entre 7 a 10 dias. Tem havido alguma confusão sobre as conversas relacionadas à imigração entre o Presidente Donald Trump e os líderes no Capitólio.

Depois de jantarem com o Presidente no início da semana passada, os líderes democratas Chuck Schumer e Nancy Pelosi disseram que chegaram a um acordo na aprovação de uma lei que protege os DREAMers, imigrantes indocumentados cujos os pais os trouxeram aos EUA ainda na infância, além de verba para o aumento na segurança da fronteira, mas não para o polêmico muro. Inicialmente, Trump negou que tivesse chegado a um acordo com os dois democratas, mas posteriormente reconheceu que discutiu o assunto.

Sanders acrescentou que Trump está “focalizado em garantir que os esforços dessas conversas entre democratas e republicanos resultem numa reforma migratória responsável”, mas que nenhum acordo final havia ocorrido.

“Ele apoia um acordo envolvendo o DACA, mas isso também incluiria a segurança massiva na fronteira e interior do país”, disse ela aos repórteres no comunicado na parte da tarde. “O Presidente continua a pressionar para essas coisas. Ele ainda está 100% comprometido com o muro e nós estaremos divulgando as nossas prioridades e princípios específicos  sobre o tema nos próximos 7 a 10 dias e nos certificaremos que vocês também são parte disso”.

Semana passada, Trump anunciou que ele estaria cancelando o “Deferred Action for Childhood Arrivals” (DACA), um programa que concede permissão de trabalho para quase 800 mil jovens indocumentados. Ele deu ao Congresso o prazo de 6 meses para encontrar uma solução legislativa  para o término do DACA; a Casa Branca não deixou claro como os líderes querem que a proposta se pareça.

Ainda na sexta-feira (15), Sanders deu a entender que a Casa Branca não apoiaria a concessão de cidadania aos DREAMers, contradizendo comentários anteriores.

“Toda a definição diz diferida”, disse ela. “Eu acho que isso afasta a ideia de uma lei permanente, quando a ideia do DACA, literalmente a definição dele, é ação diferida, significando não ser um processo permanente”.

Entretanto, Sanders não descartou definitivamente a possibilidade de cidadania, enquanto listava outras prioridades possíveis. “Novamente, mós queremos ter essas conversas e expor exatamente como esses princípios se parecem nos próximos 7 a 10 dias”, disse ela. “Agora, o nosso objetivo, o nosso foco é garantir que esse programa seja cuidado, assim como a segurança massiva na fronteira e no interior do país. Entre as coisas específicas que nós provavelmente gostaríamos de ver, o fim das cidades santuários, deportações aceleradas, mais juízes de imigração e o apoio à coisas como o RAISE Act”.

“Isso são coisas que vocês nos verão focalizar e conversar mais nos próximos dias”, acrescentou.

O RAISE Act é um projeto de lei apresentado por senadores republicanos que corta quase pela metade a imigração legal. Muitos membros de ambos os partidos se opõem a isso.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend