Cidadãos começam a carregar passaporte com medo do ICE

Foto11 Passaporte e Green Card Cidadãos começam a carregar passaporte com medo do ICE
Não há nenhuma lei afirmando que os cidadãos dos EUA devem levar identificação com eles em suas vidas diárias

As políticas de combate à imigração clandestina têm gerado temor entre os imigrantes, indocumentados ou não

Alejandra Duran ficou arrasada no dia em que decidiu que era hora de obter passaportes dos EUA para seus filhos. Não era porque eles estavam planejando fazer uma viagem ao exterior. Em vez disso, a assistente legal de 42 anos de idade, em Tucson, Arizona, diz que sentiu que seus filhos precisavam de passaportes para se proteger durante o dia-a-dia nos EUA.

“Sinto-me desconfortável e me sinto insegura porque tenho sotaque”, disse Duran, uma cidadã estadunidense naturalizada que nasceu no México.

Ela diz que todos os seus três filhos moram no Arizona e nasceram nos EUA, mas ainda teme que, se forem parados um dia, as autoridades não acreditem nela e, portanto, precisará provar isso. “Com a nova administração, esse medo é maior do que costumava ser”, disse ela. “Eu tento explicar aos meus filhos que eles têm todos os direitos dos cidadãos, mesmo que eles não tenham olhos azuis, que eles estão julgando-os pela cor,  mas eles têm todo o direito de estar aqui”.

Questionado sobre tais temores, o porta-voz do Departamento de Imigração & Alfândega (ICE), Richard Rocha, disse em um comunicado que rumores infundados estão “sendo espalhados por aqueles que se opõem ou não entendem a imigração”.

“Por causa de todas as imprecisões que estão sendo transmitidas, o ICE entende como pode ser difícil para o público americano filtrar uma infinidade de deturpações para encontrar a verdade”, disse ele. “Os fatos são: o ICE não realiza batidas indiscriminadas. Os oficiais do ICE conhecem seus alvos antes de realizarem as prisões em geral. Os oficiais não pedem aleatoriamente às pessoas a prova de seu status migratório. A maioria das pessoas presas pelo ICE em todo o país são detidas após serem libertadas de uma prisão local por crime”.

Entretanto, Duran não está sozinha em compartilhar preocupações de que ela e a família dela possam um dia ser forçadas a provar que pertencem aos EUA. Enquanto a administração Trump amplia seus esforços para reprimir a imigração ilegal e legal nas últimas semanas, vários cidadãos dos EUA têm usado o Twitter para compartilhar suas preocupações e falar sobre seus planos de portar seus passaportes.

Joey Reyes começou a portar seu passaporte no mês passado quando renovava a carteira de motorista e não parou mais. O produtor e gerente de teatro de 24 anos, morador em Nova York, disse que o caso de um adolescente no Texas, que estava sob custódia do ICE, o deixou abalado. “Tem permanecido muito em minha mente ultimamente”, disse Reyes, “eu até acordei de um pesadelo no qual estava sendo detido”.

Não há como quantificar o quão difundido é a prática dos cidadãos norte-americanos que carregam seus passaportes. Muitos americanos vivendo o cotidiano sem portar passaportes ou outros documentos de identificação. E não há nenhuma lei afirmando que os cidadãos dos EUA devem levar identificação com eles em suas vidas diárias. Mas quem se sente compelido a fazê-lo é um sinal preocupante dos tempos.

“É triste dizer que estejamos tendo esses tipos de conversas, mas elas estão ficando mais frequentes”, disse Carlos Guevara, um conselheiro sênior de política de imigração no grupo de defesa dos direitos humanos Unidos US.

Mudanças de política estão fazendo com que muitas pessoas se sintam mais vulneráveis

Os cidadãos norte-americanos e especialistas em imigração que conversaram com a CNN disseram que vários acontecimentos recentes estão deixando algumas pessoas mais inclinadas a levar seus documentos, consequentemente, incitando temores entre imigrantes, cidadãos americanos e suas famílias.

“Parece que alguma coisa está mudando agora, nas últimas quatro semanas”, disse Guevara. Mesmo acontecimentos e mudanças de políticas que não são diretamente direcionadas aos imigrantes fizeram com que cidadãos dos EUA e residentes legais se sentissem vulneráveis, acrescentou.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend