Clientes deixam mensagem racista para atendente que falou espanhol

Foto20 Nota dos clientes Clientes deixam mensagem racista para atendente que falou espanhol
“Não dê gorjeta aos imigrantes!!!” Diz a mensagem deixada pelos clientes em inglês (Foto: Facebook)

Um casal comeu bolo, elogiou a comida e a decoração do restaurante, pagou a conta em dinheiro e foi embora

Na noite de quinta-feira (24), um casal de aparentando 45 anos de idade entrou no Under the Moon Café em Bordentown City. Eles comeram bolo, elogiaram a comida e a decoração, pagaram a conta e foram embora. Entretanto, quando recolhia do dinheiro, relatou o proprietário, a garçonete reparou que eles haviam deixado algo a mais. Escrito nas costas da conta em letras garrafais estavam as palavras “Não dê gorjeta aos imigrantes!!!”.

O proprietário Santiago Orosco disse que ficou surpreso quando a garçonete postou a foto da mensagem no Facebook. Para proteger a privacidade dela, ele postou a própria mensagem para deixar claro: Clientes racistas não são benvindos no Under the Moon.

“Não há lugar em meu restaurante para o ódio, racismo, preconceito, homofobia e discriminação. Caso qualquer pessoa sinta isso, não retorne”, diz a postagem.

Orosco especula que a nota, que não inclui gorjeta, foi deixada para a garçonete, nascida nos EUA, depois que o casal a ouviu falando espanhol com outra colega de trabalho. A família imigrou do Uruguai há mais de 3 décadas. Uma vez que eles pagaram em dinheiro, não há forma de encontrar o casal. Orosco considerou o caso um “ato covarde”. Ele, um imigrante argentino, disse que, apesar de o racismo sempre ter existido, ele tornou-se pior contra os latinos mais recentemente.

“Trata-se de ignorância, pura e simplesmente, além de um senso de superioridade”, comentou.

As pessoas podem ter a impressão de que tudo é entregue na mão dos imigrantes, explicou Orosco. Ele imigrou aos EUA com os pais em 1991, trabalhou como lavador de pratos e possui o restaurante há 13 anos. Ele abriu a primeira filial em Lambertville, em 2018.

“O que eu penso é, se ela fosse a um restaurante chinês e as pessoas tivessem conversando em chinês, ela teria reagido da mesma forma? Caso as pessoas estivessem conversando em alemão ou francês, ela teria deixado a frase?” Acrescentou. “O meu estabelecimento tende a ser adorável, um restaurante confortável, pois a minha e eu trabalhamos muito para ter o que nós temos hoje. Nós não precisamos daquele ódio aqui”.

Ele detalhou que o apoio da comunidade tem sido enorme, com amigos e clientes enviando mensagens de encorajamento.

“Chega ao ponto de ser emocionante tal apoio por mim, minha família e o restaurante”, disse Orosco. “É emocionante ter a certeza que há pessoas assim lá fora. Há pessoas muito mais simpáticas”.

Orosco deixou uma mensagem para o casal misterioso que deixou a mensagem preconceituosa: “Não retornem”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend