Coach das estrelas, brasileiro comete suicídio na Flórida

Foto26 Roberto Bueno Coach das estrelas, brasileiro comete suicídio na Flórida
Roberto Bueno, de 40 anos, postou no Instagram uma mensagem enigmática a qual concluiu com um “derradeiro e inevitável ponto final” (Foto: Redes sociais)

O corpo de Roberto Bueno, de 40 anos, foi encontrado já sem vida na residência em que morava, em Miami (FL)

Na segunda-feira (28), o treinador físico pessoal Roberto Bueno, de 40 anos, natural de São Paulo (SP), morador em Miami (FL), perdeu a luta contra a depressão. Ele foi encontrado morto na residência em que morava 1 dias depois de ter postado no Instagram uma mensagem enigmática a qual concluiu com um “derradeiro e inevitável ponto final”. Até o fechamento desta edição, não foram divulgados os detalhes sobre a morte ou se o corpo será trasladado ao Brasil para sepultamento.

“Quero ser forte o bastante para enfrentar as dificuldades do meu caminho, sem me tornar tão injusto a ponto de ignorar a dor das outras pessoas. Quero viver com plenitude cada momento que me ofereça conforto, sem deixar de dar a devida atenção às pequenas coisas da vida ou de ser grato por tudo que já me aconteceu de bom. Quero urgência na realização dos meus sonhos, sem que para isso eu venha a me transformar num ser egoísta e capaz de destruir os sonhos alheios só para atingir os meus objetivos. Quero que o amor seja o centro do meu universo, mas também quero que o meu universo seja o centro do amor de alguém.

A paz interior se resume na arte de ser feliz e permitir que a nossa felicidade se espalhe por onde quer que a gente passe. Quero fazer do tempo o meu principal aliado, pois a vida é como uma linda poesia que se escreve um dia após o outro – por mais que seja bela, ela sempre há de terminar num esperado, derradeiro e inevitável ponto final”, diz a postagem no Instagram.

Roberto conquistou a fama através do seu método de treino e vida saudável. Ele era um entusiasta de um estilo de vida saudável em prol da felicidade e longevidade. Uma de suas dietas mais populares tem como base o peixe tilápia e aspargos. Criador do “Bueno Concept”, ele tinha cerca de 2 milhões de seguidores no Instagram. Entre seus clientes famosos estavam a influenciadora digital Gabriela Pugliesi e a modelo Babi Beluco.

Ao longo de sua carreira como fisiculturista, Bueno conquistou os seguintes prêmios: Campeão Vale Paraibano (Taubaté – SP), Campeão  Paulista do Interior (São José do Rio Preto – SP), Vice campeão Paulista NABBA (São Paulo), Vice campeão Estreantes do interior (Campinas – SP), Vice campeão Copa Rio (Rio de Janeiro), 3º Lugar Estreantes ( São Paulo) e 4º Lugar Brasileiro NABBA (São Paulo). O início na carreira, segundo ele, durante entrevista à Muscular Development – Latino Magazine, em março de 2013, ocorreu devido a ataques de asma.

“Bem, primeiramente obrigado pelo convite para essa entrevista e de antemão saibam que sou fã do trabalho de vocês!!! Sou Roberto Bueno, paulistano, 34 anos, e atualmente resido com minha esposa Maitê Bueno em Miami (FL). Comecei aos 15 anos a musculação  por conta de problemas asmáticos e com a ajuda de Wilson Pereira e Diógenes Granda Lembo tive meu primeiro contato com a musculação de fato. Ainda lembro-me que os dois eram enormes e administravam a academia Body Company, na Vila Mariana (SP), que continua lá após 30 anos. Comecei a competir cedo, pois, no decorrente fato de ir assistir diversos eventos pude encontrar meu irmão que amo e meu anjo da guarda, Paulo Lima, que foi e sempre será meu técnico em minhas preparações pois confio somente nele”, disse Bueno na ocasião à revista.

Roberto perdeu a luta contra a depressão no mês seguinte ao movimento “Setembro Amarelo: Mês de Prevenção ao Suicídio”, iniciado pela ONG: https://www.setembroamarelo.org.br/. Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. O dado, da Organização Mundial de Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas.

A primeira medida preventiva é a educação. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para campanhas contribuem para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade. Atualmente, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos.

Aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam a cada ano. Sabe-se que os números são muito maiores, pois a subnotificação é reconhecida. Além disso, os especialistas estimam que o total de tentativas supere o de suicídios em pelo menos dez vezes. É fato que o suicídio é um fenômeno complexo, de múltiplas determinações, mas saber reconhecer os sinais de alerta pode ser o primeiro e mais importante passo. O suicídio é um ato de comunicação. Quem se mata, na realidade tenta se livrar da dor, do sofrimento, que de tão imenso, parece insuportável.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend