Corpo de brasileira é encontrado dentro de mala perto de Lisboa

brasileira Corpo de brasileira é encontrado dentro de mala perto de Lisboa
As autoridades portuguesas informaram que Camila da Silva Mendes, de 30 anos, foi assassinada com golpes de “arma branca” (faca). (Foto: Facebook)
Foto26 Robson Mandela  Corpo de brasileira é encontrado dentro de mala perto de Lisboa
Robson Mandela, de 38 anos, é primo em 1º grau de Camila da Silva Mendes, de 30 anos, e havia iniciado o namoro com a vítima há 5 meses (Foto: Facebook)

Camila da Silva era de Ipatinga, interior de Minas Gerais  

Na quarta-feira (2), o corpo de Camila da Silva Mendes, de 30 anos, natural do município de Ipatinga (MG), foi encontrado no interior de uma mala na região de Arruda dos Vinhos, em Portugal. Conforme a polícia do país, a vítima foi assassinada pelo próprio primo de 1º grau, Robson Mandela, de 38 anos, com quem também mantinha um relacionamento amoroso há cerca de 5 meses.

Camila e Robson cresceram no mesmo bairro em Ipatinga, entretanto, ele vive há 15 anos em Portugal, onde trabalha na construção civil. Há aproximadamente 5 meses, ele foi visitar a família no Brasil, quando se reaproximou da prima. O casal desembarcou em Portugal em 15 de setembro e logo Camila conseguiu um trabalho como garçonete num café local.

“Ela era muito meiga, falava com todo mundo, fazia amizade muito fácil. Somos bem conservadores. A gente não aprovava o namoro porque ele era um homem que usava drogas, bebia muito”, relatou Werleis da Silva Marques, de 36 anos, irmão da vítima, ao website Universa e jornal Diário do Aço. “Mas, quando ficamos sabendo, ela já estava com a passagem comprada e com planos de morar com ele na Europa. Não pudemos fazer nada”.

“Ela era tão amigável, uma pessoa extraordinária e agora corre risco de ser enterrada num país onde não nasceu, como uma indigente, como se não tivesse família. É muita tristeza”, acrescentou.

Após chegarem a Portugal, Camila percebeu que o padrão de vida retratado por Robson era completamente outro e, consequentemente, o casal passou a ter problemas financeiros e no relacionamento, relatou Werleis.

O irmão da vítima especula que a razão do assassinato tenha sido devido a ciúme e dinheiro, pois, conforme relatos de conhecidos de Camila, o namorado havia roubado parte da quantia que ela havia economizado para levar a filha de 10 anos de idade para viver em Portugal.

“Ela ainda mantinha contato com muita gente do Brasil e havia feito amigos. Ele bebia e brigava com ela por causa disso”, disse Werleis.

Na quinta-feira (3), agentes da Polícia Judiciária de Portugal prendeu Robson, que estava escondido numa matagal nas proximidades onde foi encontrada a mala com o corpo da vítima. As autoridades locais informaram que a brasileira foi morta com uma “arma branca” (faca). A mala foi encontrada a cerca de 300 metros da casa onde morava o casal. Especula-se que o suspeito tentasse sair do país depois de tentar ocultar o corpo da vítima.

“Temos uma morte e uma prisão dividindo a nossa família, mas a nossa prioridade é dar um enterro digno à minha irmã. Nós somos pobres, estamos todos os dias tentando sobreviver. Não temos condições de arcar com as despesas, mas queremos nos despedir de Camila”, concluiu Werleis.

A família realizou uma campanha beneficente cujo objetivo é angariar o valor necessário para o traslado do corpo e sepultamento no Brasil. Quem puder contribuir pode fazer a doação através do Banco Bradesco. Agência: 2107. Conta: 671570-2.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend