Cuomo perdoa imigrante horas antes da audiência de deportação

Foto27 Andrew Cuomo Cuomo perdoa imigrante horas antes da audiência de deportação
“Nova York sempre lutará para proteger as comunidades imigrantes dos ataques perpetrados pelo governo federal aos nossos valores”, disse Cuomo

Harveys Gomez foi preso em 2009 durante uma venda de drogas e ficou detido na penitenciária durante 6 meses  

Desde outubro de 2017, o dominicano Harveys Gomez, de 39 anos, morador no Bronx (NY), estava sendo detido pelo Departamento de Imigração (ICE). Lutando contra o relógio, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, perdoou o imigrante poucas horas antes da audiência que decidiria a deportação dele.

Gomez foi preso em 2009 durante uma venda de drogas e ficou detido na penitenciária durante 6 meses, além de 6 meses de liberdade condicional, a qual ele cumpriu. Ele imigrou aos EUA aos 8 anos de idade.

“Harveys Gomez já pagou o débito dele à sociedade pelo crime cometido há quase uma década e não representa perigo algum ao público. A América é a casa dele; ele tem família aqui, trabalha aui e tem vivido aqui há mais de 30 anos”, disse Cuomo.

O escritório do Governador detalhou que Gomez, de 39 anos, é gay assumido, HIV positivo e sobrevivente de abuso sexual na infância. Cuomo perdoou 34 pessoas, incluindo 7 em julho, na esperança de evitar que elas fossem deportadas. A maioria dos casos ocorreu depois que a administração Trump se tornou  mais agressiva na deportação de pessoas, detalhou o porta-voz do Governador, Richard Azzopardi.

A ideia é apagar o arquivo criminal que os colocou em processo de deportação, entretanto, isso não garante que as autoridades federais não deportem essas pessoas.

“Nova York sempre lutará para proteger as comunidades imigrantes dos ataques perpetrados pelo governo federal aos nossos valores”, disse Cuomo. “Nós não ficaremos parados enquanto o Presidente Trump continua a guerra contra tudo aquilo que defendemos”.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend