Deportada dos EUA, Mulher Melão defende Trump

melon Deportada dos EUA, Mulher Melão defende Trump
Funkeira foi impedida de entrar nos EUA e deportada

Melão esclareceu que não chegou a ser detida e ainda defendeu o presidente Donald Trump

Renata Frisson, a Mulher Melão, falou pela primeira vez sobre ter sido impedida de entrar nos Estados Unidos, na última quinta-feira (16).
Em uma mensagem publicada em seu Instagram, ela disse que foi barrada por sua dificuldade de se comunicar em inglês. “Já cheguei no Brasil faz alguns dias e preferi me manter em silêncio para evitar que esse assunto se propagasse ainda mais. Porém os boatos foram surgindo e tomou um rumo no qual optei por postar esse esclarecimento com o intuito de acabar com qualquer especulação sobre o ocorrido. Realmente tive problema para entrar nos EUA devido a minha ineficiência em falar, ler e escrever em inglês, o que foi fato determinante para minha entrada no país”, explicou.
Melão esclareceu que não chegou a ser detida e ainda defendeu o presidente Donald Trump. “Fui muito bem tratada, em nenhum momento ofendida e muito menos detida. Respeito as Respeito as leis de imigração e cada país tem o direito de determinar quem pode ou não entrar em seu território. Sei que o novo presidente Donald Trump tem sido muito criticado logo no início de sua gestão, mas é muito cedo pra dizer se ele está certo ou errado. Só sei que ele quer o melhor pra América e isso precisa ser respeitado. Mas não foi nada de mais”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend