Deputado Federal luta para impedir deportação de brasileiro em MA

Foto14 Seth Moulton Deputado Federal luta para impedir deportação de brasileiro em MA
“O nosso escritório pró-ativamente contatou os advogados do Sr. Oliveira”, disse Seth Moulton
Foto4 Fabiano de Oliveira 1 1 Deputado Federal luta para impedir deportação de brasileiro em MA
Fabiano de Oliveira foi detido em 9 de janeiro por agentes do ICE, no escritório do USCIS em Lawrence (MA)

O mineiro Fabiano de Oliveira foi preso por agentes do ICE durante uma entrevista para a legalização

O Deputado Federal Seth Moulton está trabalhando com os advogados de defesa de Fabiano de Oliveira, de 33 anos, natural de Resplendor (MG), morador em Beverly (MA), para impedir que ele seja deportado. O brasileiro foi preso durante uma entrevista no escritório do Departamento de Cidadania & Serviços Migratórios (USCIS), durante a entrevista inicial para a obtenção da residência permanente (green card).

Oliveira foi detido em 9 de janeiro por agentes do Departamento de Imigração (ICE), no escritório do USCIS em Lawrence (MA). A prisão dele ocorreu na presença da esposa, que é cidadã norte-americana. O casal tem um filho de 5 anos de idade.

“O nosso escritório pró-ativamente contatou os advogados do Sr. Oliveira com relação ao caso e nós estamos trabalhando com eles para oferecer a nossa assistência. O fato de ser um caso ativo, faz com que não possamos entrar em detalhes”, disse Matt Corridoni, porta-voz de Moulton.

O advogado de defesa de Fabiano, Jeffrey B. Rubin, disse que o apoio do legislador democrata do distrito de Salem é imensurável.

“Para ele expressar apoio nesta situação e oferecer ajuda é extremamente encorajador e nos torna otimistas que, talvez, haja um futuro melhor para as pessoas do que a miséria que Fabiano vem enfrentando. A realidade é que esse congressista realmente se importa”, disse Rubin.

Na manhã em que ocorreu a detenção, o brasileiro e a esposa, Karah de Oliveira, esperavam ser entrevistados para provar a legitimidade do casamento deles. Esse é o primeiro passo no processo de obtenção do green card. O casal tem um filho de 5 anos de idade, tiveram a petição aprovada, mas ele foi detido pelos agentes do ICE que executaram uma ordem de deportação.

Oliveira, que trabalha como pintor, tem vivido clandestinamente nos EUA desde 2005 e Rubin detalhou que o único registro no histórico dele foi uma citação por dirigir sem a carteira de motorista. O ICE informou que, em alguns casos, trabalha com o USCIS com relação aos estrangeiros que recebem ordem de deportação.

O caso de Fabiano está sendo avaliado pelo Juiz da Corte Distrital Federal Mark Wolf, que pediu a Rubin e a Procuradoria Pública se eles podem fechar um acordo antes que ele realize uma audiência sobre o caso.

A Rabina Alison Adler, do Templo B’nai Abraham, em Beverly (MA), adiantou que ela e outros residentes na cidade, além de outros líderes religiosos, planejam estar presentes na próxima audiência do brasileiro angariar doações para a família dele.

“Ele é um pai que trabalha em nossa comunidade, é legalmente casado com uma cidadã americana”, disse Adler. “Eu vejo uma mãe e um filho que agora estão sem marido e pai, o qual eles amam e precisam”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend