Diretor da Imigração “culpa” pai pelo próprio afogamento na fronteira

Foto11 Ken Cuccinelli Diretor da Imigração “culpa” pai pelo próprio afogamento na fronteira
“Aquele pai que não quis esperar para passar pelo processo de asilo de forma legal, então, decidiu cruzar o rio”, disse Cuccinelli
Foto11 Oscar Alberto Martinez e Valeria Diretor da Imigração “culpa” pai pelo próprio afogamento na fronteira
Óscar Alberto Martinez Ramirez, de 25 anos, e a filha, Angie Valéria, de 23 meses, morreram afogados quando cruzavam o Rio Grande

Ken Cuccinelli é responsável por administrar a imigração legal nos EUA, incluindo aqueles que solicitam vistos, asilo e cidadania

Na quinta-feira (27), Ken Cuccinelli, uma das autoridades líderes na imigração do Presidente Donald Trump, pareceu culpar o pai que morreu afogado quando tentava cruzar clandestinamente a fronteira entre os EUA e México pela própria morte e da filha dele. Durante uma entrevista, o apresentador Erin Burnett perguntou se Cuccinelli estava preocupado que a fotografia  que viralizou do pai e filha poderia tornar-se uma imagem icônica da política linha dura da administração Trump na fronteira sul. Na imagem, os corpos de Óscar Alberto Martinez Ramirez e a filha dele, Angie Valéria, podem ser vistos de rosto para baixo na água nas margens do Rio Grande. Eles fugiram de El Salvador na esperança de aplicar para asilo nos EUA.

Burnett: Diretor, você está preocupado que a imagem que nós vermos de uma criança de 23 meses de idade e o pai dela, mortos, se tornará como a imagem na Síria do menino na praia. Que esta imagem termine representando as políticas da administração Trump na fronteira?

Cuccinelli: Não, de fato é o oposto. A razão de que nós temos tragédias como esta na fronteira é porque essas pessoas, aquele pai que não quis esperar para passar pelo processo de asilo de forma legal, então, decidiu cruzar o rio. Até nós resolvermos as atrações em nosso sistema de asilo, pessoas como aquele pai e a criança continuarão a vir através de rotas perigosas.

A fotografia provocou novamente uma onda de críticas contra as políticas migratórias da administração Trump. A Casa Branca sofreu críticas duras sobre a forma com que estavam sendo tratadas as crianças no centros de detenção na fronteira, neste mês, incluindo um local com condições precárias e falta de mantimentos básicos como sabão e escovas de dente.

Cuccinelli, que atua como diretor do Departamento de Cidadania & Serviços Migratórios (USCIS), é responsável por administrar a imigração legal nos EUA, incluindo aqueles que solicitam vistos, asilo e cidadania.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend