Diretor do Serviços de Cidadania & Imigração (USCIS) deixa o cargo

Foto10 L. Francis Cissna  Diretor do Serviços de Cidadania & Imigração (USCIS) deixa o cargo
“Eu aprecio que esta oportunidade de servir tenha sido uma experiência única”, disse Cissna na carta de renúncia

Sob a direção de Stephen Miller, a Casa Branca vem eliminando funcionários que são vistos como “fora de sintonia” com políticas mais rígidas

O diretor da agência responsável pela entrada legal nos Estados Unidos, inclusive por meio de green cards e pedidos de asilo, foi convidado a renunciar ao cargo na sexta-feira (24), de acordo com uma carta enviada à agência e obtida pela canal de TV NBC News. L. Francis Cissna atuou como o único diretor dos Serviços de Imigração e Cidadania (USCIS) durante a administração do Presidente Trump, órgão subordinado ao Departamento de Segurança Interna (DHS).

Cissna supervisionou o USCIS durante a a proibição de viagens de estrangeiros muçulmanos aos EUA, tentativas de revogar o status dos “Dreamers” e repetidas tentativas do governo atual de impedir que imigrantes indocumentados oriundos da América Central cruzem a fronteira com o México para reivindicar asilo. Atualmente, o USCIS está prestes a finalizar uma diretriz que restringe os imigrantes legais que usam benefícios públicos de obter a residência legal permanente (green card).

Desde a saída abrupta da ex-secretária do DHS, Kirstjen Nielsen, em abril, rumores circulavam que a saída de Cissna seria a seguinte. A Casa Branca, sob a direção do conselheiro sênior Stephen Miller, vem eliminando funcionários que são vistos como “fora de sintonia” com políticas mais rígidas.

Cissna deixará a diretoria do USCIS em 1 de junho, de acordo com a carta que ele enviou aos funcionários na sexta-feira (24).

“Como profissional de políticas e leis de imigração e dedicado ao estado de direito, como muitos de vocês, eu aprecio que esta oportunidade de servir tenha sido uma experiência única”, disse Cissna na carta.

Antes de liderar o USCIS, ele atuou no DHS no Escritório de Políticas do governo Obama e trabalhou para o senador republicano, Chuck Grassley.

De acordo com uma fonte familiarizada com a renúncia de Cissna, o Presidente Trump agradeceu o serviço dele e pediu que renunciasse. A saída abrupta de Cissna ocorre quando se espera que a Casa Branca nomeie Ken Cuccinelli, ex-procurador-geral da Virgínia, para uma posição de destaque na política de imigração.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend