Dobra prisões de indocumentados no início do governo Trump

Foto22 Prisão ICE 1024x683 Dobra prisões de indocumentados no início do governo Trump
Os 5.441 indocumentados sem antecedentes criminais detidos incluídos nesse total representam mais que o dobro em comparação com 2015 e 2016 (Foto: ICE)

Os mais de 21 mil detidos no início de 2017 representam um aumento de 33% com relação ao mesmo período em 2016

O número de prisões de imigrantes indocumentados aumentou um terço nas primeiras semanas da administração do Presidente Donald Trump, principalmente provocado pelo crescimento da detenção de estrangeiros sem histórico criminal. As autoridades migratórias realizaram 21.362 prisões entre 20 de janeiro e 13 de março em 2017, incluindo 5.441 não criminosos, segundo estatísticas publicadas pela CNN e o Washington Post.

Apesar de as prisões realizadas pelo Departamento de Imigração (ICE) sob a administração Trump nas primeiras 7 semanas de sua administração ainda estarem abaixo do governo Obama no mesmo período em 2014, o ritmo de prisões este ano apresentam um aumento em comparação com os últimos 2 anos da administração anterior, quando os democratas usaram livre arbítrio com relação aos documentos indocumentados.

O aumento nas prisões, incluindo mais que o dobro do número de indivíduos sem antecedentes criminais, representa evidência da administração Trump no cumprimento das leis migratórias de forma mais agressiva que o governo anterior e concedendo às autoridades migratórias mais autoridade para perseguir uma gama mais ampla de imigrantes. Os mais de 21 mil detidos no início de 2017 representam um aumento de 33% com relação ao mesmo período em 2016 e 18% no mesmo período em 2015. Entretanto, os 5.441 indocumentados sem antecedentes criminais detidos incluídos nesse total representam mais que o dobro em comparação com 2015 e 2016.

Na primeira parte de 2014, a administração Obama realizou 29.238 prisões, incluindo 7.483 indocumentados sem antecedentes criminais, o que é quase a mesma porcentagem verificada em 2017.

Durante os 6 primeiros anos da administração Obama, o antigo presidente foi acusado pelos liberais de deportar imigrantes indocumentados de forma agressiva demais. Entretanto, ele alegou que estava cumprindo as leis enquanto os legisladores tentavam chegar a um acordo sobre a reforma migratória ampla no Congresso. Quando as negociações falharam na Câmara dos Deputados em meados de 2014 e tornou-se claro que uma proposta de reforma migratória não passaria no Congresso, Obama começou a usar decretos de lei focalizando sua administração nos imigrantes indocumentados que enfrentavam riscos maiores e demonstrou mais leniência àqueles que não.

Oponentes da política migratória de Trump argumentaram que suas políticas geraram temor nocivo nas comunidades imigrantes, onde inúmeros indivíduos possuem membros na família que são cidadãos americanos, vivem e trabalham pacificamente nos EUA há muitos anos.

 

Sobre o autor

O jornalista Leonardo Ferreira é formado em Comunicação Social pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, sediada no Rio de Janeiro - RJ.

Related posts

Comentários

Send this to a friend