Dono da Amazon doa US$ 33 mi em bolsas de estudo para Dreamers

Foto9 Jeff P. Bezos Dono da Amazon doa US$ 33 mi em bolsas de estudo para Dreamers
“Eu e a MacKenzie temos a honra de poder ajudar os Dreamers atuais ao financiar essas bolsas de estudo”, disse Jeffrey Bezos

Jeffrey P. Bezos é considerado o homem mais rico do mundo na atualidade

Na sexta-feira (12), Jeffrey P. Bezos, fundador da Amazon.com e proprietário do The Washington Post, anunciou que está doando US$ 33 milhões para um fundo que mantém bolsas de estudo para os Dreamers; imigrantes indocumentados trazidos aos EUA ainda na infância. A doação feita pelo homem mais rico do mundo acontece durante a pressão feita por empresários líderes a favor da resolução do impasse envolvendo o futuro dos jovens. A Casa Branca e alguns legisladores republicanos rejeitaram uma proposta bipartidária redigida por senadores e apresentada na quinta-feira (11); o mesmo dia em que o Presidente Donald Trump fez comentários incendiários sobre as pessoas naturais de países subdesenvolvidos.

Bezos, que é a pessoa mais rica do mundo na atualidade, e a esposa dele, MacKenzie, entregarão a doação ao TheDream.US, um programa de bolsas de estudo que já beneficiou mais de 1.700 imigrantes e doou mais de US$ 19 milhões em ajuda financeira desde que foi fundado em 2014. O dinheiro ajudará a financiar 1 mil bolsas de estudo e é a maior doação feita a um fundo estabelecido por Donald E. Graham, ex-proprietário do The Post que vendeu o jornal para Bezos em 2013.

Graham fundou o TheDream.US com Henry R. Muñoz III, o chefe financeiro do Comitê Nacional Democrata, e Carlos Gutierrez, que atuou como secretário do comércio durante a administração do então Presidente George W. Bush.

No comunicado anunciando a doação, Bezos citou a estória do pai adotivo dele, que saiu de Cuba através da operação Pedro Pan. “Ele chegou nesse país sozinho e incapaz de falar inglês”, disse ele. “Com muita coragem e determinação, e a ajuda de algumas organizações notáveis em Delaware, o meu pai se tornou um cidadão de destaque e ele continua a retribuir ao país que ele sente o abençoou de inúmeras formas. Eu e a MacKenzie temos a honra de poder ajudar os Dreamers atuais ao financiar essas bolsas de estudo”.

A doação “equivale à uma injeção de coragem aos Dreamers estudantes numa ocasião quando algumas pessoas questionam se eles deveriam estar nos Estados Unidos ou não”, disse Candy Marshall, presidente do TheDream.US. “Nós convidamos qualquer pessoa que questione o valor dos Dreamers a, por favor, venha e conheça alguns dos nossos estudantes”.

O TheDream.US já recebeu doações da Bill & Melinda Gates Foundation, Bloomberg Philanthropies, Inter-American Development Bank, Patty Stonesifer, Michael Kinsley, entre outros magnatas.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend