Estrela de reality show ficará nos EUA enquanto luta contra deportação

Foto10 Joe Giudice Estrela de reality show ficará nos EUA enquanto luta contra deportação
Um juiz determinou que Joe Giudice não qualificava para permanecer nos EUA porque não era cidadão do país

Joe Giudice imigrou da Itália quando tinha 1 ano de idade, mas nunca naturalizou-se cidadão dos EUA

“Nós estamos bastante agradecidos que o 3º Circuito determinou a favor do Joe no que diz respeito a ele ficar. Esse é um passo importante na luta contínua para que o Joe retorne ao lar em que pertence”, informou o advogado da família Giudice, James Leonard Jr.

Em abril, Giuseppe (Joe) Giudice, de 47 anos, estrela do reality show “Housewives of New Jersey”, conseguiu a suspensão emergencial de sua deportação, mas a nova determinação de quarta-feira (22) é mais duradoura, pois cobre todo o caso e tornar a determinação temporária “não mais necessária”, informou o tribunal.

“A petição de suspensão da remoção foi aceita. Os requerimentos para garantir a permanência foram cumpridos”, diz a decisão.

A esposa de Giudice, Teresa, foi liberada da prisão em março, após ter cumprido a pena de 3 anos por fraude financeira. Ele havia sido transferido para um centro de detenções do Departamento de Imigração (ICE) depois que um juiz determinou que ele não qualificava para permanecer nos EUA porque não era cidadão do país. O apelo inicial dele junto ao Conselho de Apelações de Imigração havia falhado em abril, fazendo com que a próxima alternativa fosse o 3º Circuito.

As 4 filhas de Giudice com Teresa iniciaram uma petição através do Change.org pedindo à administração Trump que permitisse que o pai delas ficasse. O abaixo assinado arrecadou mais de 91 mil assinaturas, até a quarta-feira (22).

As filhas, liderada pela mais velha, Gia, disseram que precisam que o pai faça parte da vida delas. “O meu pai, Joe Giudice, veio para os Estados Unidos quando era bebê, um ano depois de ter nascido, ele tem residido em New Jersey a vida inteira dele”, diz a petição redigida pela jovem de 18 anos.

“Ele foi considerado culpado de delitos não violentos e cumpriu pena seguindo todas as diretrizes e procedimentos da prisão. A minha mãe e meu pai têm lutado incansavelmente para pagar cada centavo em ressarcimento que o tribunal considera que eles devem. Eles cometeram um erro, mas o retificaram”, acrescentou.

A jovem alegou que o pai dela “não sabe nada da cultura italiana” e não possui família imediata lá. “O meu pai não representa perigo à sociedade, ele é um homem amoroso e eu imploro que você assine a nossa petição para dar ao meu pai a segunda chance de ser parte das nossas vidas e poder contribuir com a comunidade”, disse Gia.

Teresa apoiou a petição através do Instagram, depois de dizer no show Bravo que a deportação acabaria com o casamento deles. “Eu não manterei um relacionamento à longa distância”, disse ela ao apresentador Andy Cohen, em março. “Eu quero alguém comigo todos os dias”.

Teresa, de 47 anos, cumpriu 11 meses da sentença de 1 ano e 2 meses numa prisão federal por sonegação de renda e mentir no pedido de falência. O casal foi permitido cumprir as penas em tempos diferentes para que cada um deles tivesse tempo de cuidar das filhas.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend