Pesquisa: Aprovação de Trump despenca em zonas rurais

Foto20 Donald Trump Pesquisa: Aprovação de Trump despenca em zonas rurais
A pesquisa revelou que Trump está perdendo o apoio em várias bases principais do seu eleitorado nas áreas rurais

O nível de aprovação do Presidente em áreas não metropolitanas caiu para 47%

Os índices de aprovação do Presidente Donald Trump em cidades pequenas e zonas rurais, muitas delas que o apoiaram fervorosamente durante as eleições, despencaram ao nível mais baixo desde a primeiras semanas dele no cargo, revelou uma pesquisa recente divulgada na segunda-feira (9). A porcentagem de aprovação de Trump em áreas não metropolitanas caiu para 47%, o mesmo número que o índice de desaprovação entre esses mesmos eleitores, segundo o estudo da Reuters/Ipsos.

No primeiro mês no cargo, a aprovação do Presidente nas zonas rurais era de 55%, enquanto que o nível de desaprovação era 39%.

A pesquisa mais recente revelou que Trump está perdendo o apoio em várias bases principais do seu eleitorado nas áreas rurais: Republicanos, homens, caucasianos e pessoas que não frequentaram a universidade. Esse perfil de eleitor o apoiou massivamente em contraste com a oponente democrata Hillary Clinton no dia da eleição.

A maioria dos eleitores rurais aprovaram a forma como Trump lida com a economia e segurança nacional, mas sua atuação na imigração prejudicou grandemente a popularidade dele. Cerca de 47% dos americanos que vivem em zonas rurais aprovam as políticas migratórias dele, uma queda de 9% com relação ao primeiro mês dele na Casa Branca.

Alguns entrevistados disseram estar cansados de esperar que Trump cumpra as promessas feitas na campanha, como a de construir um muro ao longo de toda a fronteira com o México; um projeto que não obteve verba e sequer se aproxima da possibilidade de construção. Já outros entrevistados se opuseram na dependência de Trump na proibição de cidadãos de alguns países de maioria muçulmana, o que resultou em várias ações judiciais.

Outros entrevistados simplesmente responderam que perderam a fé de que Trump realize qualquer uma de suas promessas de campanha.

“Todo presidente comete erros”, disse John Wilson, um ex-banqueiro aposentado, de 70 anos, em McConnelsville, Ohio. “Entretanto, se você somar um no topo do outro, no topo do outro, no topo do outro, tem que haver um limite”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend